Coreógrafo de Britney alega ter sido molestado por Michael Jackson

Wade teria conhecido Michael Jackson quando tinha 7 anos e frenquentou o rancho de Neverland até os 14.



Wade Robson, coreógrafo de Britney Spears, está fazendo uma acusação póstuma a Michael Jackson por abuso sexual na infância. O dançarino está pedindo para anexar uma queixa ao processo, no qual havia negado, em 2005, qualquer envolvimento com Michael.

Ao site "TMZ", Howard Weitzman, o advogado que defende os espólios do cantor diz que: "A queixa de Mr. Robson é ultrajante e patética. Esse é um jovem que atestou pelo menos duas vezes nos últimos 20 anos e disse em inúmeras entrevistas que Michael Jackson nunca fez nada inapropriado para ele e com ele".

Wade teria conhecido Michael Jackson quando tinha 7 anos e frenquentou o rancho de Neverland até os 14. No processo judicial divulgado pelo site, Wade costumava dormir no local e em outras propriedades de Michael nos Estados Unidos. Além disso, os arquivos do processo mostram que uma ex-empregada do cantor teria dito que viu os dois tomando banho juntos quando o coreógrafo tinha 8 ou 9 anos.

"Agora, quase quatro anos após Michael ter falecido, essa triste e inverossímel acusação foi feita. Nós estamos confiantes que a corte vai ver isso como o que é", completa o advogado.

Fonte: EGO