Corpos de bebê são guardados em geladeira

Em vistoria na quinta passada, também foi encontrada na geladeira a perna de um adulto.

Uma equipe do Ministério Público de Roraima encontrou seis corpos de bebês armazenados dentro uma geladeira de uso doméstico numa maternidade de Boa Vista. Os corpos de fetos e crianças natimortas estavam embrulhados em plásticos pretos e em fraldas. Segundo os promotores, um deles estava no local desde agosto.

A geladeira estava numa sala do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, única maternidade pública da cidade. Em vistoria na quinta passada, também foi encontrada na geladeira a perna de um adulto.

Segundo o órgão, a maternidade informou que o membro amputado é de um paciente do Hospital Geral de Roraima e estava na geladeira por não haver câmara frigorífica disponível.

"É uma violação enorme dos direitos humanos", afirmou Jeanne Sampaio, promotora de Justiça de Roraima, que investiga o caso.

Segundo a promotora, quando foram verificadas as irregularidades, a direção da maternidade agiu como se o procedimento fosse adequado e informou que desde 2008 são armazenados corpos na geladeira.

Segundo o Ministério Público, a maternidade disse que os corpos não haviam sido reclamados pelas famílias. A promotora não acha a justificativa convincente.

Procurada, a Secretaria da Saúde de Roraima disse que a geladeira estava em local reservado e que os corpos ficavam na geladeira por algumas horas, aguardando documentação para sepultamento. Informou ainda que pretende implantar um sistema de conservação de corpos para o hospital.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br