Cristina discursa em 1º ato público desde morte de Kirchner. Confira!

Cristina discursa em 1º ato público desde morte de Kirchner. Confira!

Segundo a polícia, dez mil pessoas se mobilizaram para dar apoio à presidente.

A presidente argentina, Cristina Kirchner, disse esta terça-feira que aprofundará o modelo industrial de mercado interno e forte viés exportador, iniciado em 2003, no primeiro ato público desde a morte de seu marido, o ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007), há seis dias.

Dez mil pessoas, segundo a polícia, entre operários, sindicalistas e militantes peronistas se mobilizaram até a fábrica de Santa Isabel, na periferia da cidade de Córdoba (700 km a noroeste de Buenos Aires) para dar apoio à presidente.

"Absolutamente todos os recursos intelectuais e econômicos (estarão) voltados a aprofundar um modelo industrial de mercado interno e forte viés exportador", disse a presidente argentina, no lançamento do modelo Fluence da empresa automotiva francesa Renault, fabricado na Argentina para toda a região.

Cristina assegurou que para que o modelo industrial "seja sustentável social, política e institucionalmente, temos que ter um forte mercado interno, com trabalhadores com bons salários, que participem da distribuição da riqueza", afirmou, respondendo a uma reivindicação da CGT, central operária peronista, aliada do governo.

Usando um vestido preto e com a elegância de sempre, a presidente desvelou o carro e sentou-se ao volante, acompanhada de Dominique Maciet, presidente na Argentina da companhia automotiva que completa 55 anos no país.

"Hoje estou um pouco menos triste porque estou certa de que ele está caminhando entre vocês. Obrigada por esta Argentina, que ele ajudou a construir", declarou, sem citar o nome de Néstor Kirchner, em um discurso emocionante e muito aplaudido.

Fonte: Terra