10 segredos que os médicos não contam para os pacientes

10 segredos que os médicos não contam para os pacientes

Muita informação é omitida durante as consultas e tratamentos

Os médicos são um dos profissionais que mais geram confiança nas pessoas. Mas você sabia que eles guardam alguns segredos?

Pensando nisso, selecionamos alguns desses segredos para você:

1. A indústria farmacêutica esconde os estudos que não dão certo e manipula os que dão certo

Muita informação é omitida, especialmente quanto aos efeitos colaterais dos remédios e à real eficiência dos medicamentos para certas doenças.

2. Ficar internado em hospital pode ser um risco

O risco de contrair infecções e outras doenças fica maior quando nosso sistema imunológico está frágil e é exatamente nesse período que vamos aos hospitais, onde o contato com bactérias e com outros fatores que fragilizam nossa saúde é facilitado.

3. Boa parte dos profissionais da medicina admitem esconder coisas dos pacientes e alguns afirmam que já mentiram;

O motivo? Medo de serem processados.

4. Boa parte dos médicos têm conflitos de interesse, e isso pode ser um grande problema aos pacientes;

Isso porque alguns profissionais fazem acordos financeiros ou mesmo se deixam conquistar por congressos, viagens e outros benefícios oferecidos por empresas farmacêuticas. Como consequência, na hora de receitar os medicamentos aos pacientes dão preferência aos patrocinadores, que nem sempre são as melhores opções.

5. A saúde gratuita custa muito caro;

Apesar de ser considerado de graça, o SUS custa muito caro ao governo e aos bolsos dos brasileiros, já que uma porcentagem considerável dos impostos são destinados à manutenção desse atendimento. O problema é tão sério que pouquíssimos países oferecem atendimento gratuito de saúde à população, assim como o Brasil

6. Ser operado nas sextas-feiras e nos finais de semana é mais arriscado;

No caso de cirurgias que não são de emergência, as chances do paciente sofrer complicações ou até mesmo morrer são maiores nos dias citados, uma vez que o cansaço da equipe e a falta de médicos profissionais nos hospitais durante o fim de semana podem interferir no sucesso da operação.

7. Os médicos brasileiros detestavam o Mais Médicos, mas agora querem fazer parte do programa;

Os protestos envolviam a quantidade de estrangeiros empregados, as condições de trabalho, o salário e assim por diante. Agora, no entanto, os médicos brasileiros estão disputando as vagas do programa, já que eles ganham um bônus que auxiliam na aceitação em programas de residência médica.

8. Alguns médicos recebem propina;

Como já contamos aqui, muitas empresas e marcas pagam comissões aos médicos ou oferecem outros tipos de benefício quando eles indicam seus produtos ou serviços. Isso aumenta muito as chances de médicos exigirem medicamentos, próteses e até mesmo alguns exames não adequados aos quadros de seus pacientes.

9. Os gigantes farmacêuticos sabem quais remédios você toma;

Laboratórios fazem este tipo de controle por meio de seus próprios sites, onde os pacientes podem informar o número de registro do médico que receitou o medicamento e conseguir descontos na compra; e por meio da cópia de receitas enviadas a eles, pelos próprios médicos. No entanto, esta última maneira é proibida.

10. A medicina não sabe como muitos de nossos remédios funcionam e, na verdade, alguns nem funcionam;

Lembra quando dissemos que eles gastam mais com marketing que com pesquisas? Pois é, isso reflete diretamente em nosso cotidiano, uma vez que muitos de nossos remédios mais corriqueiros não são totalmente conhecidos pelos médicos e farmacêuticos.

Fonte: Segredos do Mundo