5 alimentos que não são o que parece

5 alimentos que não são o que parece

Alguns alimentos são modificados pelas indústrias

Parece brincadeira, mas alguns alimentos são modificados pelas indústrias. Você compra uma coisa e acaba levando outra.

Selecionamos alguns desses alimentos para você. Confira:

1. Cereja por chuchu

Fique atento quando for consumir cerejas em calda, algumas vezes o alimento pode ser bolinhas de chuchu embebidas em groselha ao invés da fruta. Para não se confundir na hora da compra é importante checar a embalagem, pois vender um produto informando que é outra coisa é ilegal e pode dar até um ano de detenção e multa de 3 milhões de reais.

2. Pipoca na manteiga por pipoca no óleo de soja

Algumas pipocas, inclusive as oferecidas no cinema, embora tenham cheirinho de manteiga, são feitas com óleo de soja com aromatizante artificial. Porém, a boa notícia é que esta troca é positiva. A pipoca feita com óleo de soja tem 55 calorias em uma xícara, enquanto a estourada com manteiga conta com 100 calorias na mesma quantidade. O óleo ainda é livre de colesterol e de gorduras trans e possui as gorduras saudáveis, monoinsaturadas e poli-insaturadas, e vitamina E.

3. Suco por néctar ou refresco

O suco que você consome pode ser néctar ou refresco. A diferença é que o néctar conta com no mínimo 30% de polpa ou suco de fruta, enquanto o refresco possui entre 0,02% a 30% de polpa ou suco de fruta. Para ser considerado suco, a bebida deve ter ao menos metade da sua composição de frutas.

4. Chocolate por bombom

Para que o alimento seja considerado chocolate ao leite ele precisa ter pelo menos 25% de cacau. Quando o alimento não atinge esta porcentagem ele é considerado um bombom, explica a nutricionista Antônia Maria de Aquino, gerente de produtos especiais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Portanto, fique atento ao rótulo do produto.

5. Pão e biscoito integral pelas versões comuns

Ainda não há uma regulamentação sobre a quantidade mínima de farinha integral que precisa ser adicionada em pães e bolachas para que eles sejam considerados integrais. É importante ressaltar que pães, massas, bolos e bolachas não podem ser elaborados somente com a farinha integral, pois a preparação fica dura. Por isso, misturar as farinhas é o usual, o problema é quando o alimento passa a ser composto com grandes quantidades da versão refinada.

Fonte: Minha Vida