5 fatos bíblicos que provavelmente existiram

5 fatos bíblicos que provavelmente existiram

Alguns fatos bíblicos são criticados pela ciência

Alguns fatos bíblicos são criticados pela ciência por causa da falta de provas. Alguns estudiosos são céticos quando o assunto envolve os acontecimentos descritos na escritura dos cristãos.

Mas há quem acredite nesses fatos bíblicos por estarem se mostrando reais. Um exemplo disso é a descoberta de arqueólogos de lugares citados nos acontecimentos bíblicos. Confira a lista com algumas dessas descobertas.

1. Reservatório de Siloé

O local onde Jesus Cristo coletou água para curar os olhos de um cego. Embora todos achassem que o lugar não passava de um simbolismo bíblico, o reservatório realmente existe. Em 2005, encanadores encontraram uma reserva de água em Jerusalém, depois disso, arqueólogos assumiram as buscas e descobriram que de fato se tratava do chamado “Reservatório de Siloé”.

2. Parede do rei Salomão

Em 2010, após escavações comandadas pela Universidade Hebraica de Jerusalém, foi descoberto o que o Antigo Testamento denomina como “uma grande muralha, construída pelo Rei Salomão”. Conforme a descoberta, a muralha conta com uma estrutura de 70 metros de comprimento por 6 metros de altura e foi encontrada em Jerusalém.

3. Pedra de Pôncio Pilatos

Em 1961, foram descobertas evidencias físicas de que o personagem bíblico Pôncio Pilatos realmente existiu no passado. Algum tempo depois, foi encontrado um artefato – conhecido depois como a Pedra de Pôncio Pilatos – com escritas, que segundo arqueólogos, pertencem ao personagem das Escrituras. Durante uma escavação em um teatro construído por Herodes, em Cesareia, Israel, foi encontrada uma enorme pedra com a seguinte mensagem: “Pôncio Pilatos, prefeito da Judeia, a dedica.”

4. Arca de Noé

Primeiramente, foram feitos cálculos a partir das instruções dadas na Bíblia sobre a construção da embarcação. A princípio, foi descoberto o possível tamanho da Arca, que teria cerca de 145 metros de comprimento por 24 metros de largura e 14 de altura. Depois, o peso, que de acordo com o material usado para a construção descrito nas Escrituras (madeira de gofer), daria o equivalente a 1,2 milhão de quilos.

5. Cidadela da Primavera

A cidade se encontra em um sítio arqueológico em Jerusalém. O local já vinha sido escavado há cerca de 20 anos. Os arqueólogos afirmam que a cidade descoberta foi construída para proteger as pessoas que precisavam ir à Fonte do Giom, beber água.

Fonte: Fatos Desconhecidos