5 marcas deixadas pelo diabo na Terra

5 marcas deixadas pelo diabo na Terra

Essas marcas ficaram conhecidas como sinais da existência dele

Algumas pessoas dizem que o diabo deixou algumas marcas na Terra. Essas marcas ficaram conhecidas como sinais da existência dele.

Para saber mais coisas sobre isso, selecionamos algumas marcas deixadas pelo dado na Terra. Confira:

1. A panela do diabo

Segundo a história do local, a região de “Purgatory Brook Falls” em Hampshire nos EUA, durante muito tempo foi fonte de água para as fábricas locais.

Visto que ali existe uma cachoeira isolada, o local também era frequentemente visitado por famílias que iam ao local no intuito de fazer piqueniques e ter um contato maior com a natureza, visto que a região também possuía inúmeras árvores.

Porém um dia ocorreu do próprio diabo oferecer uma confraternização as pessoas que ali estavam, enquanto ele estava disfarçado de madeireiro.

O diabo teria então utilizado um grande buraco no chão para cozinhar os feijões que ele ofereceria as famílias, mas satanás teria se queimado com o alto vapor que saia do buraco, e acabou revelando o seu verdadeiro rosto perante todos que estavam ali. O buraco ainda existe, e é conhecido como a “panela do diabo”.

2. A ponte de Teufelsbrücke

Existe uma série de pontes espalhadas pela Europa que são designadas como construções realizadas pelo Diabo, isso porque geralmente elas estão em locais onde a sua construção é praticamente impossível, e não há outro jeito melhor de justificar uma façanha inexplicável da engenharia antiga do que dizendo que foi satanás que fez não é mesmo?

Mas a ponte de Teufelsbrücke é um caso um pouco diferente. E ainda hoje é considerada uma das marcas do diabo na terra. Visto que a obra passava sobre um furioso rio, chamado Reuss, e ligava a ponta de um abismo a outra.

Segundo a lenda, a construção da ponte ocorreu através de um acordo entre um pastor de ovelhas e o diabo, e o acordo implicava que satanás construiria a ponte em troca da primeira alma que a cruzasse. Depois de pronta, no entanto, o homem colocou uma de suas ovelhas para fazer a travessia.

3. Igreja de Nossa Senhora, Alemanha

Segundo a história, o arquiteto responsável pela obra teria feito um acordo com o demônio, solicitando a sua ajuda para finalizar a obra que não mais dispunha de recursos financeiros. Jorg Von Halsbach, era o arquiteto responsável por todas as obras de Munique, durante o século 14.

Ele também supervisionava os demais arquitetos da época, e não queria de maneira alguma, não entregar a principal construção que havia na cidade, a Igreja de Nossa Senhora.

Porém, para aceitar o acordo, o diabo teria criado algumas condições, que estipulavam que a construção deveria ser escura e sombria. E Jorg Von Halsbach teria concordado.

Ainda segundo a história, quando a igreja ficou finalmente pronta, satanás teria ido pessoalmente conferi-la. Ao entrar no local, percebeu que realmente a construção não possuía janela, entretanto, quando já estava de saída, notou que o arquiteto havia escondido duas grandes janelas por trás de grandes pilastras.

A sua fúria teria sido tamanha, que ao bater um de seus pés no chão, acabou deixando sua pegada dentro da igreja para sempre.

4. O vale do Diabo

Localizado na Inglaterra, essa anomalia geográfica foi causada por uma enorme erosão que foi interrompida por uma camada de solo argiloso. Basicamente o local é um grande campo “oco” e seco.

Mas segundo as lendas locais, o vale está situado próximo a Thursley, onde seria uma residência de Thor. E um belo dia, Thor por não suportar a má vizinhança, decidiu lançar raios e trovões sobre as montanhas que compunham a propriedade do diabo, e como resposta ele teria retirado uma extensa camada de terra e rochas de seu próprio território para atirar em Thor. O local “vazio” portanto, ficou conhecido como o vale do diabo.

5. A cidade do Diabo

Localizada na parte sul da Sérvia, existe um monumento nacional bastante peculiar, chamado “Djavolja Varos” que em tradução livre significa a “cidade do diabo”. O que ocorreu na realidade neste local, foi que como resultado de uma erupção vulcânica que aconteceu milhões de anos atrás, as serras se corroeram, formando 202 formações anormais de rochas, por conta da alta composição mineral do solo causado por esse desastre natural.

Mas para muitas pessoas, e de acordo com a lenda local, o Diabo teria ficado tão incomodado com as pessoas boas e humildes que ali viviam, que ele teria amaldiçoado a água potável da região, tornando o solo ácido e improdutivo. Gerando também, as formações anormais no solo.

Fonte: Ultra Curioso