6 coisas que você não sabia sobre a vida sexual dos animais

6 coisas que você não sabia sobre a vida sexual dos animais

A vida sexual dos animais é cheia de mistérios e bizarrices

A vida sexual dos animais é cheia de mistérios e bizarrices. Pensando nisso, selecionamos algumas coisas curiosas sobre a vida sexual dos animais. Confira:

1. A aranha com um pênis gigante

Quando finalmente copulam pela primeira vez, os machos simplesmente descartam o próprio pênis na vagina das fêmeas, para lacrar o buraco! Ao se tornarem eunucos, eles não abandonam as parceiras.

2. Os orgasmos das chimpanzés

Machos dominantes de um grupo conseguem fazer com que suas namoradas atinjam o orgasmo se elas forem de mais baixa patente no grupo. Em situações contrárias, ou seja, fêmea dominante e macho com menos prestígio, o orgasmo feminino raramente é atingido.

3. Os coalas e as DSTs

Na Austrália, quase todas as espécies desses safadinhos estão contaminadas por um tipo de clamídia.

4. A superproteção das orcas pelos filhos

Elas protegem seus filhotes machos mesmo depois que eles se tornam adultos e buscam uma parceira. Essa dependência é tão grande, que os machos de orca têm uma chance 3 vezes maior de morrer no ano seguinte à morte de sua mãe, por exemplo.

5. Os pássaros e o amor nas grandes metrópoles

A maioria dos pássaros encontra seu parceiro ideal através do canto, que fica abafado com o caos da vida moderna de nós, os humanos. Por isso, faça silêncio, por favor. As rolas e as pombas agradecem.

6. As elefantes fêmeas e seus pseudo-pênis

As fêmeas possuem um clitóris bem avantajado, parecido com um pênis, tanto que é chamado de pseudo-pênis. Por isso, não é possível determinar o sexo do animal apenas olhas para seus órgãos externos.

Por conta dessa característica, os machos não conseguem copular se as fêmeas deixarem – do contrário, nada feito. Quando a permissão é cedida, o pseudo-pênis é recolhido, criando o caminho para o macho procriar.

Fonte: Mega Curioso