6 coisas que você não sabia sobre o espiritismo

6 coisas que você não sabia sobre o espiritismo

Machado de Assis afirmou que espiritismo era uma fábrica de idiotas

Você já deve ter ouvido falar no espiritismo. A doutrina é uma das mais praticadas no Brasil. Pensando nisso, listamos algumas coisas que você não sabia sobre essa doutrina. Confira:

1. O espiritismo busca conhecimento na ciência para ajudar seus seguidores

Como a fé é um refúgio para pessoas que sofrem com depressão, por exemplo, líderes espíritas procuram cursos de psicologia para ajudar as pessoas por meio de embasamento científico.

2. O Espiritismo tem uma visão aberta e moderna de mundo

De acordo com Alexandre Caldini, autor do livro “Espiritismo”, em entrevista à Livraria da Folha de São Paulo, “Pelo modo que o espiritismo foi elaborado, ele tem uma visão de mundo muito mais aberta, muito mais eclética, muito mais holística.”

3. Crença dos espíritas

Uma pesquisa feita pelo DataFolha, mostrou que quando perguntados aos pesquisados sobre reencarnação, o instituto constatou que 93% deles acreditam nesse processo que diz respeito à vida. A pesquisa também constatou que o espiritismo é a religião que mais se encontram ex-católicos. 82% das pessoas afirmaram que antes de se tornarem espíritas, já seguiram o catolicismo.

4. Como ele enxerga o corpo humano

Os espíritas consideram o corpo humano apenas como uma espécie de “casca, um invólucro passageiro, um veículo útil no desenvolvimento das virtudes da verdadeira vida do espírito. Por isso, a maneira como nos vestimos, a cor de nossa pele ou a opção sexual têm pouca relevância: são elementos transitórios, o importante é o eterno.

5. Machado de Assis e o espiritismo

Em meados de 1870, Machado de Assis afirmou que o espiritismo era uma fábrica de idiotas e alienados e usou seus contos “Quincas Borba”, “O Alienista” e “Uma Visita de Alcebíades” para fazer sátiras ao comportamento da comunidade espírita.

6. Allan Kardec e o “Dicionário Larousse” em 1876

De acordo com a edição de 1876, do “Dicionário Larousse”, Allan Kardec já foi descrito como um sujeito que difundiu uma epidemia de supranaturalismo na Europa e criou uma doutrina moral fundada em “quiméricas manifestações de espíritos”.

Fonte: Fatos Desconhecidos