6 invenções que os criadores se arrependem de ter feito

6 invenções que os criadores se arrependem de ter feito

O criador do spray de pimenta revoltou com o uso indiscriminado

Algumas invenções são bem valorizadas e servem para melhorar a vida das pessoas. Mas alguns inventores não se sentem felizes com algumas coisas feitas por eles. Pegando essa onda, listamos alguns inventores que se arrependeram das suas criações.

Confira:

1. AK-47

Uma das armas mais eficazes do mundo, a AK-47 é um fuzil semiautomático desenvolvido pelo militar russo Kalashnikov em 1947. “Se o meu fuzil tirou tantas vidas, pode ser que eu, um crente ortodoxo, seja o culpado por essas mortes, mesmo que essas pessoas não sejam minhas inimigas?”, questionou Kalashnikov ao chefe da Igreja Ortodoxa Russa, em 2010.

2. Flappy Bird

O jogo é tão viciante que se tornou febre instantânea, levando seu criador à loucura. “Eu não aguento mais”, tweetou Nguyen, pouco antes de retirar o jogo das lojas de aplicativos.

3. Spray de pimenta

Kamrah Loghman desenvolveu o spray de pimenta para o FBI na década de 80, mas se revoltou com o uso indiscriminado pelas polícias de vários lugares do mundo.

4. Anúncio popup

A ideia foi de Ethan Zuckerman, que viu na “inofensiva” tarefa uma forma de sites gratuitos aumentarem as suas receitas. “Sinto muito. A intenção era boa”, se desculpou Zuckerman.

5. Barra dupla

Foi ideia de Tim Berners-Lee a de colocar as duas barras (//) após o início do endereço eletrônico (http:). “Se você pensar direito sobre isso, não precisava da barra dupla. Eu poderia ter feito sem elas”, disse Berners-Lee muitos anos depois.

6. Bomba atômica

Einstein foi categórico ao dizer ter se arrependido de incentivar as pesquisas em torno da bomba atômica e que só fez isso por achar que os alemães já estavam desenvolvendo o armamento.

Fonte: Curiosidades Nota 10