6 maneiras de não absorver energia negativa das pessoas

6 maneiras de não absorver energia negativa das pessoas

Você deve se afastar completamente de pessoas assim

Existem pessoas que absorvem energia do ambiente mais fácil do que outras. E para que isso não aconteça, selecionamos algumas dicas de como não absorver energia negativa de outras pessoas. Confira:

1. Não se sinta responsável por mudanças que apenas a outra pessoa pode buscar

Você não pode mudar o outro sem que ele mesmo esteja disposto a mudar. Entretanto, quando você muda, você desperta uma reação em cadeia em todo o ambiente que está ao seu redor e, para que ele se adapte ao seu novo jeito de lidar com as situações da vida, as pessoas mudam.

2. Faça uma manutenção das relações

Tão ou mais importante quanto acertar é também errar. As relações são construídas e só evoluem mediante a crença, o investimento emocional e a superação de dificuldades. Entretanto, não é porque hoje alguém está em minha vida que essa pessoa deve continuar presente em meu futuro. Após um tempo de convivência devemos ser capazes de identificar quem fica e quem deve sair da nossa intimidade.

3. Assuma total responsabilidade por suas decisões

Não alimente algozes e nem incremente um altar para torturadores psicológicos; que tiram muito de nós sem nos oferecer nada em troca além de destrutividade. É necessário que identifiquemos o problema e lutemos pela mudança. E, nesses passos, os pés são apenas de quem escolhe o próprio caminho: até na hora de aceitar ajuda a decisão central é pessoal.

4. Não ofereça cuidados se você não quer fazê-lo. Não vá a lugares onde você não quer estar.

Executadas suas obrigações de trabalho e respeitados os direitos mínimos de convivência respeitosa- lembre-se que exercer a tolerância também é necessário- você deve dizer NÃO até mesmo para as pessoas mais queridas se, em determinado momento, você não tiver forças para doar-se à relação.

5. Guarde seu tempo para recarregar

Chegue em casa, tome seu banho, faça algo que goste. Esteja com quem ama. Procure lugares que transmitam paz. Guarde um tempo para si. Silencie. Decisões importantes, limites e mudanças devem ser fruto de escolhas feitas com calma.

6. Lembre-se que ouvir não te obriga a reagir

Há duas maneiras de lidar com situações como essas: a primeira é o afastamento por completo. Afastar-se, porém, na maioria das vezes, não é um ato viável porque precisamos estar em diversos lugares, precisamos de nossos empregos e não podemos (pelo menos na maioria das vezes) nos afastar por completo da família e assim por diante.

A sabedoria, nesse aspecto, consiste em diminuir a interação ao mínimo possível para uma coexistência pacífica. Por exemplo, se eu não gosto de assuntos polêmicos, por que eu deveria entrar em uma roda de conversa que fala sobre isso? A neutralidade costuma diminuir as chances de desentendimento e não alimenta conversas infrutíferas. Lembre-se que, se você está na sua certeza, não há necessidade de se desgastar tentando provar ao outro que você está certo.

Fonte: PavBlog