6 movimentos involuntários e vergonhosos do nosso corpo

6 movimentos involuntários e vergonhosos do nosso corpo

O soluço é uma das coisas que nos envergonham bastante

Algumas coisas que nosso corpo humano faz nos envergonham bastante e são completamente involuntários. Conheça um pouco mais sobre essas coisas e como fazer nesse tipo de situação.


1. Soluçar
Tenta prender o ar, tomar água, ficar de ponta-cabeça, mas não adianta: só o tempo resolve o soluço. Dentre as as possíveis causas deste movimento involuntário estão comer em excesso, comer ou beber rápido demais, ingerir alimentos apimentados, engolir muito ar junto com a comida e, claro, consumir alguma bebida gaseificada. Cada contração do diafragma faz com que a laringe e as cordas vocais se fechem, aumentando a circulação de ar nos pulmões e provocando o famoso e irritante barulhinho contínuo.


2. Espirros provocados por luzes
O fenômeno é conhecido como “espirro de reflexo fotólico”: a pessoa que espirra quando olha para o Sol ou para alguma lâmpada. Isso é causado devido a uma alta sensibilidade a estímulos visuais, algo que acontece quando o nervo óptico “troca mensagens” com o nervo responsável por nos fazer contrair músculos e espirrar.


3. Bocejar
O bocejo acontece porque nosso corpo usa mais energia do que qualquer outra área, daí a necessidade de, de tempos em tempos, aquecermos o dito cujo. Essa é uma ação involuntária que existe para, além de demonstrar que estamos com sono, regular a temperatura do cérebro e do corpo.
No momento que nossas temperaturas corporais estão em alta, nós bocejamos mais, como por exemplo quando vamos dormir ou logo quando acordamos. Ao abrirmos a mandíbula, o fluxo sanguíneo do crânio é aumentado e, ao mesmo tempo, inalamos o ar que ajuda a oxigenar esse sangue todo.


4. Espasmos noturnos
Geralmente esses espasmos acontecem na fase inicial do sono e podem fazer com que a pessoa acorde com a sensação de que está caindo. Isso significa que seu cérebro está em sono profundo, mas seu corpo não está totalmente paralisado, como fica quando dormimos.


5. Espasmos nos olhos
Esse espasmo acontece quando a pálpebra começa a piscar sem que você queira e em uma velocidade muito maior do que de costume. Isso pode ser causado por stress, cansaço, falta de sono e excesso de cafeína, podendo durar por segundos, minutos e até meses.


6. Formigamentos
Às vezes ficamos muito tempo na mesma posição, com as pernas cruzadas, por exemplo, e quando voltamos ao normal, sentimos aquele formigamento que faz com que não consigamos ficar em pé direito.
Isso acontece por causa da pressão extra que é colocada em determinado nervo, de modo que a circulação de sangue na região diminua e os nervos deixem de enviar os sinais certos para o corpo. Esse tipo de sensação pode ser causada também por problemas de saúde como diabetes, síndrome do túnel cárpico e danos em nervos específicos.

Fonte: Mega Curioso