7 milagres que não foram explicados pela ciência

7 milagres que não foram explicados pela ciência

A ciência é capaz de desvendar vários mistérios

A ciência é capaz de desvendar vários mistérios, mas existem alguns que até agora estão sem respostas. Esses são conhecidos como milagres da igreja. Que mesmo com tanta tecnologia, ainda não foi possível achar algo racional que prove os acontecidos.

Pensando nisso, selecionamos para você, alguns milagres que até agora não existem uma resposta lógica.

1. Therese Neumann (1898-1962)

Uma mulher da Baviera, Alemanha, que era cega e parcialmente paralisada por conta dos acidentes que havia sofrido, foi curada no dia 29 de abril de 1923, mesmo dia em que Santa Teresa de Lisieux foi beatificada. Após ser curada, Therese Neumann passou a se alimentar apenas de hóstias, até o ano de sua morte, em 1962. Por causa dos inúmeros fenômenos inexplicáveis em sua vida, a Igreja Católica começou o processo de beatificação de Neumann em 2005.

2. Nossa Senhora é capturada por fotografias

Foi no dia 2 de abril de 1968 que Farouk Mohammed Atwa, um mecânico muçulmano viu uma mulher no telhado da Igreja de Santa Maria, na cidade de Zeitoun, no Egito. Inicialmente ele acreditou ser uma mulher que tentava suicídio e imediatamente chamou a polícia. O problema é que havia ninguém no lugar. De acordo com a polícia, aquela deveria ser o reflexo das luzes da rua, mas multidões se reuniram para ver aquilo que acreditaram ser uma aparição de Nossa Senhora.

3. As chagas de cristo se manifestam em um padre

O italiano, Padre Pio, se ofereceu como sacrifício, em 27 de julho de 1918, para que a Primeira Guerra Mundial acabasse. Mais ou menos uma semana depois, por volta do dia 5 de agosto, o padre estava recebendo confissões quando viu Jesus Cristo ao seu lado. Não muito tempo depois desenvolveu em suas mãos ferimentos físicos que continuou até o fim de sua vida. As pessoas acreditam realmente que seu sacrifício havia contribuído para o fim da guerra. Apenas 34 anos depois de sua morte, em 2002, Pio foi declarado santo pela Igreja Católica.

4. Estátua derrama suor, lágrimas e sangue

Uma série de eventos estranhos começou no ano de 1973, na vida da Irmã Agnes Katsuko Sasagawa, logo quando ela entrou em um convento perto da cidade de Akita, no Japão. No dia 12 de junho do mesmo ano teve a visão de uma luz de um tabernáculo. Apenas 16 dias depois uma ferida no formato de uma cruz se desenvolveu em sua mão e no dia 5 de julho começou a escorrer sangue. Ela que havia sido diagnosticada com surdez incurável, no dia seguinte ao escorrer de sangue por sua ferida na mão, Irmã Agnes ouviu uma voz que saía de uma estátua da Virgem Maria, lhe dizer que sua surdez seria curada. No dia 30 de maio de 1982 a surdez de Agnes foi curada. Essa estátua é a mesma que ficou conhecida por derramar suor, lágrimas e sangue, que foram confirmados cientificamente serem de origem humana.

5. Água de Lourdes

O cenário era a cidade de Lourdes, na França, no ano de 1858, uma menina de 14 anos, chamada Bernadette Soubirous afirmou ter visto uma senhora vestida de branco, que pediu a menina que cavasse um buraco no chão e bebesse da fonte que encontraria. As autoridades da época tentaram cercar a fonte, mas muitas pessoas afirmaram ter bebido da água que logo seria considerada milagrosa. De todas as curas, pelo menos sete foram confirmadas por um médico, por falta de provas lógicas. Em 1933, Bernadette foi reconhecida como santa.

6. O padre que voa

José de Cupertino, quando criança, teve várias visões. Foi ordenado em sacerdote em 1628, a partir daí os acontecimentos paranormais começaram a ser cada vez mais frequentes. Aconteceu que, durante as missas, Cupertino levitava na frente das pessoas. Em 1763 foi canonizado como o santo padroeiro dos aviadores, astronautas, estudantes, viajantes aéreos e, até, das pessoas com deficiências mentais.

7. Perna amputada é restaurada instantaneamente

No ano de 1637, um camponês de 20 anos, Miguel Juan Pellicer, fraturou a perna direita gravemente. Por estar em estado crítico, os médicos decidiram amputar a perna do rapaz. O rapaz, muito religioso e devoto, rezava incessantemente para a Virgem do Pilar. Então, na noite de 29 de março de 1640, sua perna foi totalmente restaurada enquanto dormia. Depois de ter sido investigado, de forma exaustiva, o acontecimento foi considerado um milagre.

Fonte: Fatos Desconhecidos