7 péssimos hábitos que podem desgastar um relacionamento

Abandone alguns hábitos que podem desgastar um relacionamento

Sua (aparentemente inocente) rotina diária, como passar minutos olhando o Instagram na cama antes de dormir, pode estar destruindo seu relacionamento. De acordo com reportagem da versão espanhola da revista Elle, há um monte de pequenas coisas que as pessoas fazem e que podem indicar problemas graves, segundo a terapeuta de casal, Carrie Cole. A boa notícia? Mesmo que você esteja passando por um mau momento, ele não precisa ser definitivo. Aqui você descobre sete péssimos hábitos que, para a especialista, podem facilmente destruir um casal.

Atitudes que detonam a relação

1. Falar mal do outro por trás
“Esse é um sinal vermelho bastante comum”, disse Cole. E, geralmente, muito cometido com seus amigos. "As mulheres podem acabar tendo esse hábito, se estiverem rodeadas de pessoas que fazem a mesma coisa", diz ela. Mas, na verdade, isso indica que algo muito mais profundo, segundo a especialista. "Isso mostra uma falta de respeito a ele e à sua relação, mesmo que ele nunca saiba o que você está fazendo", completa. O hábito pode despertar comparações negativas que podem levar a ainda mais crítica e desprezo. E antes que você perceba, seu relacionamento vai estar em uma rápida espiral descendente.

2. Focar apenas no que ele não faz bem
"Mesmo que você apenas esteja fazendo anotações mentais sobre esses deslizes, você pode matar um relacionamento a longo prazo”, diz Cole. Tente lembrar que você precisa sempre ver o copo meio cheio, porque ninguém terá tudo da sua ‘lista de desejos’ e, provavelmente, suas amigas têm inveja de alguma virtude de seu parceiro.


Publicidade

3. Nunca se colocar no lugar do outro
Essa é a capacidade de entender a perspectiva do outro, embora você não concorde com ela. Especialistas acreditam que a maioria dos homens não consegue desenvolver essa habilidade porque as mulheres já tendem a ser mais compreensivas, graças às diferenças neurológicas e biológicas entre os dois sexos. No entanto, o fato de que eles têm mais dificuldade nesta área não significa que as mulheres passam impunes. Os homens também precisam se sentir compreendidos e respeitados por seu par.

4. Começar brigas com disposição
"É mais provável que as mulheres sejam mais agressivas do que os homens", diz a especialista. E um estudo mostra que é assim porque os homens tendem a ser mais capazes de se “esfriarem” para analisar a situação sem emoção, enquanto as mulheres são mais propensas a reagir conforme as “sentem”.

5. Não saber quando parar uma discussão
Uma vez que você tenha perdido seus argumentos, pode ser difícil parar um briga e sair de uma espiral fora de controle. “Mas desconectar dessa energia torna muito mais fácil resolver o problema, porque você pode falar muito mais calma e com mais compaixão depois”, explica Cole. Se você não fizer isso, é mais provável que vocês acabem gritando, chorando ou agredindo uns aos outros.

6. Não repreender nunca
Quando os grilos substituem as conversa e, também as discussões, porque duas pessoas discordam o tempo todo, o seu relacionamento pode estar morrendo lentamente, dizem os especialistas. Porque quando você nem reage a algo mesmo que a irrite, significa que você parou já de colocar energia no relacionamento e pode estar, literalmente, fazendo um 'check-out’. Claro, isso não significa que você deve se meter em brigas o tempo todo para mostrar que se importa com o outro, mas quando há um sentimento de ressentimento ou incerteza, é melhor deixar fluir, extravasar, explodir. Porque no final, é o seu relacionamento que pode explodir.

7. Esperar muito tempo para corrigir seu relacionamento
É muito comum adiar as conversas difíceis. Mas não enfrentar seus problemas de cara pode levar a uma sensação, no fim das contas, de que foi tarde demais para tentar. Isso não significa que não há esperança, basta lembrar que quanto mais você esperar, mais tempo vai levar para ter as coisas de volta ao seu lugar.


Image title

Fonte: bolsademulher