7 sinais de que você é muito inteligente

7 sinais de que você é muito inteligente

O QI de jovens que não fumam é um pouco mais alto

Você se acha inteligente? Se sua resposta for sim, confira os sinais que mostram que algumas pessoas têm a inteligência acima da média:

1. Aulas de música

Se você teve aulas de música na infância, você foi uma pessoa sortuda. Um artigo publicado pela American Psychoogical Association, em 2011, mostrou que você tem um destaque a mais que as outras pessoas, no quesito inteligência.

2. Você não é fumante

Segundo um estudo israelense, publicado no ano de 2010, o QI de jovens que não fumam é um pouco mais alto que o de pessoas que fumam. A pesquisa comparou o QI de 20 mil jovens com idades entre 18 e 24 anos e concluiu que os jovens que fumavam cigarro tinham um QI de média de 94, enquanto que os não fumantes tinham uma média de 101 pontos.

3. Você prefere gatos do que cães

Um estudo feito em 2014 descobriu que as pessoas que preferem cachorros são mais fáceis de “lidar”, enquanto as pessoas que preferem gatos são mais inteligentes. Isso pode ser possível porque os donos de animais de estimação mais introvertidos podem preferir hobbies mais intelectuais (que geralmente também são mais introvertidos).

4. Você é magro

Um corpo saudável é muito mais próximo de uma mente saudável. Um estudo francês de 2006 descobriu que pessoas obesas conseguem se lembrar de 44% das palavras de um vocabulário, enquanto pessoas mais magras conseguiam se lembrar de uma média de 56%.

5. Pessoas mais altas

Um estudo na Universidade de Princeton, revelou que a partir dos 3 anos, as crianças mais altas já começam a se sair melhor em testes cognitivos. Quando elas crescem, as mais altas também conseguem empregos melhores. A explicação é que, desde pequenas, pessoas mais altas às vezes parecem mais maduras e são tratadas como tal, e isso acaba realmente dando mais confiança, fazendo com que a pessoa se esforce mais para superar as expectativas.

6. Canhotos

Pesquisas recentes apontam que pessoas canhotas são associadas com o que se chama de “pensamento divergente”, ou simplesmente pensar “fora da caixa”, uma forma criativa em que as pessoas conseguem pensar em ideias e raciocínios que não são óbvios (pelo menos para as outras pessoas).

7. Uso de drogas recreativas

Seis mil pessoas participaram de um estudo em duas partes, o primeiro em 1958 quando crianças fizeram um teste de QI, e em 2012, quando as mesmas crianças estavam adultas na casa dos 40, os cientistas perguntaram se elas haviam usado drogas recreativas. Quem tirou uma pontuação maior na infância disse que tinha usado drogas. Os cientistas mas sabem explicar o porquê.

8. Você é o filho mais velho

Um estudo da Universidade de Oslo, na Noruega, descobriu que os primogênitos tinham um QI de 103 (3 pontos a mais do que o dos segundos filhos e 4 a mais do que os terceiros). Já quando o irmão caçula morre primeiro, o QI dos primogênitos tendia a ser menor, e vice-versa: quem perdia o irmão mais velho também desenvolvia um QI maior. Assim, os estudiosos descobriram que a explicação não é biológica, mas sim comportamental.

Fonte: Fatos Desconhecidos