9 coisas que se podem fazer com o limão

9 coisas que se podem fazer com o limão

Suco de limão também é uma boa maneira de prevenir fungos

O limão é indispensável em alguns pratos da nossa culinária. A sua acidez dá um toque todo especial na comida. Mas além do uso culinário, o limão também é usado em vários produtos de limpeza.

Pegando essa onda, criamos uma lista com algumas coisas que se pode fazer com o limão que você não sabia. Confira:

1. Tratamento para unha e cabelo

Corte um limão fresco ao meio e esfregue em suas unhas para se livrar do amarelado. O suco de limão também é uma boa maneira de prevenir fungos nas unhas e unhas quebradiças.

2. Cotovelos e joelhos ásperos

O limão siciliano pode te ajudar com isso! Simplesmente corte um limão pela metade e esfregue na pele. Ela deve voltar a ficar macia rapidinho.

3. Feridas

O suco diminui o fluxo sanguíneo e tem propriedades desinfetantes, e isso vai ajudar a curar seus cortes com mais rapidez.

4. Dores de cabeça

Adicionar algumas gotas de suco de limão siciliano no café pode ajudar a diminuir a dor de cabeça.

5. Perda de peso

Auxilie a sua dieta bebendo água (em temperatura ambiente) com limão toda manhã com o estômago vazio. Isso vai estimular o seu metabolismo.

6. Problemas digestivos

Suco de limão siciliano é bom para lidar com excesso de acidez, dores de estômago leves, ou aquela sensação de saciedade além da conta. Coloque algumas gotas na água ou no chá após a refeição.

7. Inflamação da boca ou garganta

Dores de garganta e feridas dolorosas na boca vão desaparecer super rápido se você gargarejar água com limão várias vezes ao dia.

8. Mau hálito

Apenas esprema um pouco do limão na água e depois gargareje, você vai ficar com o hálito fresco.

9. Problemas respiratórios

Se você sofre de asma, resfriado ou alergias, inalar regularmente o vapor do suco de limão (siciliano) pode ser muito benéfico. Você pode até cortar um limão fresco e deixar fatias em seu quarto durante a noite. Você vai notar como ficou mais fácil de respirar na manhã seguinte.

Fonte: Não Acredito