Alunos criam 120 apps baseados em obras literárias brasileiras

Foram feitos cerca de 120 apps baseados em livros e contos.

Alunos criam 120 apps baseados em obras literárias brasileiras
Alunos criam 120 apps baseados em obras literárias brasileiras

Se você, assim como outras milhares de pessoas, possui um pouco de indisposição ao pensar em se deslocar até uma biblioteca para estudar, fique tranquilo e mantenha viva sua sede pela leitura. Estudantes de São Paulo criaram aplicativos que prometem revolucionar e agradar estudantes de todos os níveis de escolaridade.

Os alunos da professora de literatura Gisa Gasparotto, de SP, já criaram por meio da plataforma Fábrica de Aplicativos, cerca de 120 apps baseados em  obras literárias brasileiras que aprenderam em sala de aula.Eles já estudam obras de autores renomados como Rudyard Kipling, Paul Heyse, Lima Barreto, Graciliano Ramos, Lygia Fagundes Telles, Luiz Fernando Veríssimo, entre outros.

Os alunos produzem os aplicativos e são obrigados a analisar, questionar e entender a obra ali exposta. Amor, de Clarice Lispector, e Negrinha, de Monteiro Lobato, já foram utilizados pelos estudantes.

Eles podem ao mesmo tempo ajudar demais pessoas e aprender, já que precisam ler e fazem isso através de um simples aparelho celular.






Fonte: Com informações do R7