Alunos se recusam a assistir aulas após troca de diretores

Alunos se recusam a assistir aulas após confusão

Estudantes do Unidade Escolar Professor José Amável, no bairro São João, Zona Leste de Teresina, realizam um ato e se recusaram entrar em sala de aula na manhã desta segunda-feira (2/05) após a exoneração dos dois diretores. Segundo os alunos, a direção do colégio foi trocada sem aviso prévio e não teria motivação.

"A Gerência Regional de Educação demitiu os diretores na sexta-feira sem nenhum comunicado para aos estudantes, pais e até mesmo os funcionários da escola, sendo que fomos nós que elegemos a direção. A Secretaria quer colocar outras pessoas no lugar que nem conhecem a nossa rotina", declarou a estudante Elda Ipiapina, do 3º ano do Ensino Médio.

O secretário geral da unidade escolar, José Valdenir, confirmou as informações repassadas pelos alunos e frisou que os funcionários também são contra a exoneração dos diretores. De acordo com ele, a Gerência Regional de Educação não apresentou justificativa plausível para a demissão e defendeu o ato realizado pelos estudantes.


"Todos foram pegos de surpresa, nem os diretores estavam sabendo. Eles foram chamados na sexta-feira para uma reunião e lá receberam o comunicado da demissão, sem a publicação de nenhuma portaria ou aviso. A Gerência de Educação só alegou ausência dos diretores na escola, o que não é verdade. A direção deveria permanecer até janeiro de 2017, por voto nosso e o que estão fazendo não é certo!", disse José Valdenir.

Para o professor Joaquim Neto, a saída dos diretores compromete o andamento do ano letivo e prejudica a dinâmica da escola. Ele destacou que a direção sempre esteve presente nas ações desenvolvidas pelos alunos e lamentou a situação.

"O ano letivo já começou atrasado por causa da greve dos professores e agora acontece isso. Os diretores foram exonerados sem nenhuma defesa e não tiveram acesso aos relatórios feitos pelas técnicas de fiscalização Seduc, que foram colocaram na escola depois da manifestação dos alunos pedindo conserto dos ar-condicionados", contou.

Durante o ato, os estudantes informaram que voltam assistir aula somente com o retorno dos antigos diretores. O ex-diretor Nildo da Rocha Filho esteve na escola para recepcionar os novos sucessores e preferiu não falar com a reportagem sobre a exoneração.


Nota
A Secretaria de Educação alegou que um processo administrativo disciplinar instaurado contra os dois diretores culminou na exoneração de seus cargos. Isso porque, segundo a Seduc, denúncias realizadas ao órgão constavam a ausência corriqueira dos diretores na escola e reclamações gerais.

O órgão disse ainda que o processo administrativo passou ainda pelo setor jurídico da Seduc que decidiu afastar os dois diretores. Conforme a Secretaria, dois novos diretores já se apresentaram à unidade de ensino nesta segunda-feira (2) e devem assumir os cargos na terça (3).

Fonte: meio norte