Ângela: a menina morta encontrada dentro de uma mala

Ângela: a menina morta encontrada dentro de uma mala

A criança foi colocada dentro de uma mala e abandonada na rua

A polícia do México procura mais detalhes sobre familiares da menina Ângela, que ficou conhecida como a menina da maleta. Os agentes distribuíram informações sobre seu perfil genético para todas as embaixadas no México e enviaram informações para representações nos Estados Unidos e na Europa para conseguir mais informações sobre ela.

A menina de dois anos de idade recebeu o nome de Ângela dos médicos que cuidaram dela. Ela foi abusada sexualmente e foi morta com um golpe na cabeça. A criança foi colocada dentro de uma mala e abandonada em uma rua do bairro de Juárez, na cidade do México.

O único suspeito do crime foi visto deixando a mala no local, mas o seu rosto não foi identificado. Nos 13 meses em que o corpo ficou no necrotério, as autoridades não encontraram coisa alguma que identificasse a menina. Os peritos creem que ela pode ter nascido no exterior e que sua mãe também possa estar morta.

Com várias investidas sem sucesso, a única esperança das autoridades é de identificar a criança e tentar encontrar os responsáveis por sua morte é a colaboração do público. Para as autoridades mexicanas, a distribuição do retrato falado da menina pelo mundo poderá ajudar, embora elas reconheçam que testemunhas possam temer represálias dos criminosos.

Fonte: BBC