Animais podem evitar ataque de câncer e outras doenças, diz estudo

Pombo leitor de exame e rato farejador de doença

Um rato ou um pombo podem não ser a opção mais óbvia para indicar alguém doente, mas tais criaturas possuem certas habilidades superiores que podem ajudar a diagnosticar e tratar doenças humanas. Pombos costumam ser vistos como sujos e incômodos, mas são os mais recentes numa lista longa de animais com habilidades que podem ser úteis à saúde do homem.

Embora tenham um cérebro menor do que a ponta do seu dedo indicador, pombos possuem uma memória visual impressionante. Provou-se recentemente que esses pássaros podem ser treinados para serem tão precisos como humanos na detecção de câncer de mama por meio de imagens.

Conheça mais três amigos peludos ou emplumados que podem ter um impacto importante na medicina.

Pombos serão úteis para detecção do câncer
Pombos serão úteis para detecção do câncer

De ratos de laboratório a ratos especialistas

Ratos são frequentemente associados à difusão de doenças, mas o roedor de cauda longa é um farejador sensível que pode salvar vidas. O nariz de um rato possui até 1.000 tipos diferentes de receptores olfativos, enquanto o de humanos, apenas de 100 a 200. Isso dá a eles habilidade de farejar aromas sutis.

Na África, os roedores estão sendo usados para detectar casos de tuberculose. 

Dr. Cachorro


O cachorro é tido como o melhor amigo dos humanos – e ao longo dos anos tem provado como pode ser habilidoso. Recentemente, a atenção da medicina se voltou a cães que parecem ter a habilidade extraordinária de detectar quando pessoas com epilepsia estão prestes a ter uma convulsão. Mesmo quando a própria pessoa não tem ideia disso.

Sally Burton começou a sofrer de epilepsia na infância, algo que afeta sua vida desde então. "Eu nunca podia ficar sozinha", conta ela. "Tive de estudar em casa, e fazer amigos e conhecer pessoas novas era difícil. Sentia-me muito só."

Há 13 anos, ela ganhou Star, seu primeiro cão de alerta para convulsões. "Ter um cachorro como esse instantaneamente tornou minha vida mais acessível", diz Sally. 

Os segredos da baba da vaca

Seja qual for a denominação, saliva é sempre vista como algo nojento. Mas muitos animais lambem suas feridas, aplicando boas porções dessa substância para tentar evitar infecções. No mundo animal, o cuspe pode ter propriedades antimicrobianas – e isso inclui a baba de vacas.

Estudos mostraram que há proteínas nos fluidos corporais das vacas, incluindo saliva e leite, que possuem características antiparasíticas. A saliva também contém proteínas, chamadas mucinas, que podem atuar para evitar a entrada de mais bactérias em uma ferida.

Especialistas não recomendam deixar um animal lamber suas feridas, pois poderiam introduzir outras bactérias nesses locais. Mas se você gosta da ideia, o seu próprio cuspe, felizmente, também tem propriedades antibacterianas.

Baba da vaca na cura de feridas
Baba da vaca na cura de feridas



Fonte: iG