Após 100 anos, descubra fatos curiosos da primeira Guerra Mundial

Após 100 anos, descubra fatos curiosos da primeira Guerra Mundial

Veja curiosidades da Grande Guerra que você (provavelmente) não sabia!

Cem anos após a eclosão do primeiro evento bélico de escala global, o mundo inteiro ainda se lembra da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) e presta homenagens aos seus mortos. Como consequências do conflito armado, houve uma série de mudanças profundas em todo o mundo, que, desde então, foi transformado para sempre. Conhecida como "A Grande Guerra" até o início da Segunda Guerra Mundial, sua  magnitude e suas consequências foram um divisor de águas para o século XX.

Por isso, elencamos algumas curiosidades a respeito do primeiro conflito bélico mundial:

Adolf Hitler foi um cabo do exército alemão durante a Primeira Guerra;
A Rússia foi o país com o maior número de mortos;
Estima-se que morreram em torno de 58 mil soldados britânicos no primeiro dia da Batalha do Somme;
A gota d’água para a eclosão da Primeira Guerra foi o assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando;
De cada cinco soldados australianos que deixaram seu país para lutar na Primeira Guerra, apenas um retornou para casa;
90% dos soldados mobilizados pela Áustria-Hungria durante a Primeira Guerra morreram;
296 soldados norte-americanos se suicidaram no decorrer dos 7 meses em que o país participou da guerra;
O primeiro registro de armas químicas foi na Primeira Guerra, com o uso do terrível gás mostarda;
Até hoje, a maior tragédia ferroviária da Europa ocorreu na França, em dezembro de 1917, durante a Primeira Guerra;
O enorme potencial demonstrado pela força aérea durante a Primeira Guerra acelerou substancialmente o desenvolvimento tecnológico da aviação, tanto militar quanto civil e comercial em todo o mundo.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: seuhistory