Após luta contra câncer, menina realiza sonho de criar canal na web

Lorena contou que ainda não acredita em tamanha repercussão

De sorriso no rosto e sem vergonha alguma de mostrar a 'careca', a jovem Lorena Reginato, de 12 anos, está realizando um sonho antigo: criar um canal no YouTube. A menina, que vive no interior de São Paulo, lançou o "Careca TV", e já virou sucesso nas redes sociais. O primeiro vídeo já teve mais de 880 mil visualizações.

Lorena contou que ainda não acredita em tamanha repercussão e disse estar muito feliz. "Eu fiz o vídeo com a minha irmã e a minha mãe, daí quando vi tinha mais de mil [visualizações] já. Aí, eu falei: meu Deus!", explica ela, logo após sair da sua consulta com fonoaudióloga.

Segundo Fiorella, Lorena sempre quis ser artista e já tinha planos de lançar o canal antes mesmo de ser diagnosticada com o tumor cerebral (de fossa posterior megaloblastoma medular grau 4), que a fez perder a voz e os movimentos. Depois de duas cirurgias, Lorena está livre do câncer, passa por tratamento para voltar a falar normalmente e a andar e começou a seguir o sonho após ganhar um computador.

Fiorella explica que a filha sempre foi muito ativa, praticava esportes e queria ser cantora, até a chegada da doença. Sobre esse sonho, a menina disse achar difícil de realizar, mas não descartou totalmente. "Acho muito díficil. Se eu melhorar, pode ser que eu tente", garante Lorena.

A mãe ainda diz que considera a filha um "exemplo de vida". "Ela perdeu nove quilos, recuperou cinco, é uma guerreira, uma lutadora, voltou para escola. Ela arranca a touca e diz: 'quem tiver que gostar de mim, vai gostar do jeito que sou'", conta a mãe.

No vídeo, Lorena mostra que não tem motivos para se envergonhar de nada. Logo no início, ela tira o chapéu e mostra a careca, motivo do nome do canal. "Eu sou careca, olha que careca linda!, porque eu tive câncer, mas já não tenho mais, tá?", conta ela. "Está tudo bem já, mas o tratamento ainda está acontecendo e logo, logo termina".

A mãe acredita que o tratamento para a doença irá chegar ao fim em setembro ou outubro, e diz que todo o apoio e carinho dos internautas têm sido muito bom para amenizar a convivência diária com a morte.

Por sua vez,  Lorena afirma que não tem pretensão alguma com os vídeos e que continuará fazendo sempre que der, mas não quer ser vista por dó. "Não quero que os outros tenham dó de mim porque eu tive câncer, não quero tirar proveito. Eu só vou deixar no ar [os vídeos]. Quando eu crescer, vou continuar fazendo", conclui.

Assista ao primeiro vídeo de Lorena:


Image title

Fonte: Com informações da UOL