Após ser rejeitado gatinho pirata é adotado e faz sucesso na web

Em apenas duas semanas o perfil já tem mais de 5 mil seguidores

O gatinho Wesley, passou meses em um abrigo para gatos. Lá ele era conhecido como o "gato pirata" por ter apenas um olho. Por conta disso ninguém queria adotá-lo.

Mas Rheanne Charise Taylor não quis saber da deficiência e adotou o gatinho e o batizou de Wesley. Ela criou uma página para Wesley no Instagram que, em apenas duas semanas, já contava com mais de 5 mil seguidores.


"Eu decidi fazer essa conta no Instagram para ele porque amo sua aparência única, e pensei que outras pessoas iriam amar também", conta ela, "Eu amo o wesley do jeito como ele tem tocado o coração das pessoas", acrescenta ela.

Na primeira vez que Rheanne viu Wesley, ele tinha apenas cinco semanas de vida, como ele era muito novinho a menina não poderia adotá-lo. "O fato de ele ter apenas um olho e uma carinha engraçada me fez amá-lo ainda mais. Infelizmente, eu não pude levá-lo para casa", lamenta a americana.


Seis meses depois, ela retornou ao abrigo e viu que Wesley continuava ali, esperando sua segunda chance. "Eu voltei ao abrigo para me certificar que ele havia encontrado um lar amoroso. Fui até a porta e perguntei pelo 'gato pirata' e a equipe imediatamente entendeu sobre quem eu estava falando. Para a minha surpresa, ela continuava procurando por uma casa", relembra ela.


Desta vez, Rheanne não perdeu tempo e, dois dias depois, levou o 'gatinho pirata' para viver com ela. "Wesley me ensinou algo é que são os defeitos que verdadeiramente nos fazem bonitos", diz ela. "As pessoas amam Wesley exatamente porque ele é diferente".

O nome escolhido para o bichano é uma homenagem ao personagem Dread Pirate Westley do filme "A Princesa Prometida" (1987), baseado no livro de William Goldman.

Fonte: Com informações da Uol