Associação ajuda idosos a se assumirem gays

Associação ajuda idosos a se assumirem gays

O local é frequentado por pessoas acima dos 65 anos de idade

Uma associação na Argentina ajuda idosos a aceitarem a sua homossexualidade perante a sociedade. O centro foi criado há seis anos pelo casal Graciela Balestra e Silvina Tealdi, que notou uma lacuna no apoio a esses integrantes da comunidade LGBT no país.

O Centro de Aposentados e Pensionistas Lésbico-Gays da Argentina promove oficinas de teatro, ginástica e festas em sua própria pista de dança. O local é frequentado por pessoas acima dos 65 anos de idade e lá eles podem contar suas experiências e refletir, para vencer o preconceito.

Uma das frequentadoras do local é Susana. Mãe de um casal de filhos e avó de três netos, ela conta que desde jovem sentia atração por mulheres. Susana conta que se vê hoje mais livre, por poder falar de sua opção sexual e apresentar sua namorada a suas amigas do grupo de reflexão.

Fonte: BBC