Bactéria vaginal pode se tornar a camisinha do futuro

Talvez o fim do preservativo como conhecemos esteja próximo

Pesquisadores descobriram uma bactéria que pode impedir que o vírus do HIV infecte o corpo humano. A bactéria pode ser encontrada no iogurte e na vagina e poderia ser transformada em um preservativo. A pesquisa foi desenvolvida na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos,

Image title

O microbioma vaginal varia de mulher para mulher e, também, muda com o passar do tempo. Para desvendar qual bactéria protegia o corpo do contato com o HIV, os cientistas coletaram amostras do muco cervical de 31 mulheres. Depois, eles acompanharam o movimento dos agentes patogênicos do HIV.

Foi a partir desta análise que eles perceberam que as amostras de mulheres com concentrações elevadas da bactéria Lactobacillus crispatus capturaram o vírus do HIV de maneira mais eficiente. Assim, a maioria das amostras não foi infectada pela doença.

A pesquisa indica que as mulheres cujos mucos cervicais são dominados pelo Lactobacillus do tipo iners têm maiores chances de contrair o HIV e outros vírus. Enquanto isso, as mulheres com a bactéria Lactobacillus crispatus estão mais protegidas.

Segundo os cientistas, o estudo não é definitivo. No entanto, para eles, a pesquisa atual poderia levar “ao desenvolvimento de novas estratégias para proteger as mulheres contra o HIV".

Fonte: Com informações da Revista Exame