Bebês Siamesas são separadas com sucesso na Índia

Elas já receberam alta e passam bem

Duas irmãs siamesas de apenas três meses de idade foram separadas com sucesso na Índia. As meninas eram ligadas pelo abdômen e pelo peito e dividiam o mesmo fígado, viviam em um hospital particular em Barara, na Índia, desde o seu nascimento, em 27 de agosto. Juntas, elas pesavam pouco mais de 3 kg.

Image title

Desde que chegaram ao hospital, as bebês vinham sendo examinadas e estudadas por especialistas, que tentavam descobrir se era ou não possível separá-las sem riscos à vida de nenhuma das duas.

Na última segunda-feira (30), os médicos conseguiram, finalmente, seguir adiante com a cirurgia, que levou oito horas e envolveu cerca de 30 profissionais.

Image title

Ravi Kanojia, professor do departamento de cirurgia pediátrica do hospital, liderou a equipe, disse que a chance de gêmeos nascerem siameses é de um em 500 mil. De todas as vezes que uma cirurgia como esta foi tentada, esta foi a única bem-sucedida.

˜Este é um caso raro. Levamos muito tempo até finalmente descobrirmos quais órgãos as gêmeas compartilhavam. Felizmente, era apenas o fígado˜

Image title

O médico disse que cirurgias de separação como esta geralmente são feitas só depois que as crianças completam um ano de idade. No entanto, no caso de Jannat e Mannat, que na época da operação pesavam apenas mais ou menos 4 kg, ficou decidido que qualquer demora prejudicaria o crescimento delas.

Image title

O fígado das gêmeas foi partido de maneira que cada uma delas tenha um pedaço suficiente e funcional do órgão, proporcionando a elas uma vida completamente normal.

O pai das meninas, Mohammad Saleem, que ganha apenas cerca de R$ 28 por dia, não tinha condições financeiras de bancar o tratamento das meninas, e recebeu ajuda do hospital para cobrir todos os custos. 

Image title

Image title

Fonte: R7