Berlim é o melhor lugar do mundo; leia artigo da jovem Maria Laura

Onde se hospedar? O que comer? Que lugares visitar?

Há pouco menos de um ano, resolvi fazer um mochilão pela Europa Ocidental e Central que ainda não conhecia. Foram oito países, uma experiência maravilhosa, e de todos os lugares a que fui, Berlim, na Alemanha, foi a cidade que mais me encantou.


Image title

Sempre que falo da capital alemã muitos pensam no seu passado sombrio: Holocausto, Segunda Guerra Mundial e Muro de Berlim, mas hoje é a cidade das artes, dos artistas e dos museus. Os edifícios históricos misturam-se com a arquitetura contemporânea, entre tradição e modernidade, transformando-se numa metrópole agitada e transbordante de energia. Hoje, qualquer pessoa que me pergunta: “Qual o melhor lugar do mundo,” não penso duas vezes: BERLIM!

Fiquei hospedada no Circus Berlin Hostel, um hostel cheio de charme em formato de circo, decoração bem pop art e o melhor, preço camarada. É localizado no coração de Berlim, com bar fofo no subsolo e uma estação de metrô na esquina. Se hostel não é bem sua praia, recomendo uma visita porque é bem divertido.

A noite de Berlim é eclética, tem diversão para todos os gostos, mas o que predomina é a música eletrônica. Berghain é uma boate de música techno aberta de sexta-feira à noite até segunda-feira de manhã. Fica dentro de uma antiga central nuclear abandonada e exclusividade é regra. Existe uma grande chance de você ser barrado na porta. Não adianta ir de salto e com a sua bolsa de marca porque o segurança não vai nem olhar pra você.

O melhor é ir todo de preto e bem confortável: tênis, calça jeans e no máximo um moletom, se estiver muito frio. Se esse não é o tipo de balada que você curte, tem também a Watergate, a boate que é considerada a mais bonita de Berlim. É localizada na beira do rio e tem um terraço com visão para a maravilhosa para a ponte de Oberbaumbrücke.

Existem muitos pontos turísticos em Berlim. Afinal, são 778 anos de história. O muro de Berlim é um must go, as pichações são incríveis e você pode ver de perto um pedaço da historia.

O Portão de Brandemburgo também é fantástico, todos os fatos históricos ficam registrados nesse portão. Pertinho de lá tem o Holocaust Memorial de Berlim que não pode deixar de visitar. E se você tiver coragem (porque precisa de muita pra ir pra esse próximo ponto turístico) recomendo ir ao Campo de concentração Sachsenhausen, é um campo de concentração relativamente pequeno, porém é emocionante ver de perto. Vale a pena!

Alemães apreciam bastante a cerveja

Todo mundo sabe que os alemães gostam de cerveja, mas eu não imaginava o quanto. Cheguei a Berlim umas 16 horas e todos estavam bebendo uma cerveja de um litro dentro do metrô. Meu guia disse no outro dia que é a coisa mais normal do mundo, que lá todo mundo faz isso, claro que no outro dia segui a tradição. Outra peculiaridade, é proibido por lei fazer a Saudação Nazista (braço direito levantado na horizontal), com direito a prisão de 10 meses a 1 ano.

Existem mais de 1500 tipos de Wurst (salsichas alemãs) e quem for tem que provar! Comprei na rua mesmo, servido em um prato descartável. Uma delícia! Ja o Schnitzel é o bife a milanesa alemão, crocante e suculento, um dos pratos mais famosos do país. Comi em um restaurante bem pequeno chamado Zur Rose, que ficava à frente do meu hostel, mas qualquer lugar em que você parar, vão saber fazer essa iguaria.

Fonte: Maria Laura