Bodes também tem sotaques

Sotaques não é algo exclusivo de humanos

Um estudo da Universidade de Londres descobriu que o balido emitido por cabras e bodes pode variar de acordo com o lugar e o rebanho no qual vivem. Tudo bem que eles não têm um vocabulário lá muito variado, mas essas diferenças sugerem que os bichos podem ser mais inteligentes do que se pensava.

Para o estudo, publicado na revista Animal Behaviour, os pesquisadores acompanharam quatro rebanhos diferentes de cabritinhos pigmeus e gravaram seus sons com um microfone escondido durante várias semanas. No início, os animais ficaram com suas mães e irmãos e copiavam seus sons. Mas, à medida que cresciam e formavam grupos sociais com seus pares – conhecido como ‘creches’ –, começaram a desenvolver um “sotaque” próprio.

Isso sugere que sotaques regionais entre os mamíferos são muito mais comuns do que se pensava. Além disso, eles podem mudar de acordo com seu ambiente social em vez de serem unicamente determinado pelos genes, como se costumava acreditar.


Image title

Fonte: Revista SuperInteressante