Campanha testa reações sobre 'casamento' de homem com criança

Muitas pessoas ficaram indignadas com a cena.

Um vídeo registrou a indignação de pessoas que acreditavam presenciar o ensaio fotográfico do 'casamento' de um homem de meia-idade com uma menina de 12 anos.

Nas imagens, os atores fingem ser um casal e andam pelas ruas do Líbano enquanto são fotografados. A caminhada é seguida pelos olhares das pessoas que, consternadas, observam a criança vestida de noiva abraçada ao homem.

Criado pela organização não governamental KAFA ("Chega", em tradução do árabe), que luta contra a violência e exploração que atinge as mulheres, o experimento social teve repercussão internacional e chamou atenção para uma situação recorrente em muitos países.

Maya Ammar, porta-voz da entidade, declarou que a intenção da campanha é deixar as pessoas chocadas e, assim, mostrar a dimensão do problema. "O vídeo deveria parecer chocante porque a própria prática é chocante", afirma ela.

No YouTube, o vídeo teve mais de 1,8 milhão de visualizações e muitos comentários de apoio à campanha contra o casamento forçado de crianças com adultos.  "Leis arcaicas não deve governar, e nós, como cidadãos, devem fazer todo o possível para erradicá-las", escreve um internauta.

Após a repercussão do vídeo, o governo do Líbano está trabalhando uma lei para tornar ilegal esse tipo de união.

Possível união gerou revolta nas pessoas (Crédito: Reprodução)
Possível união gerou revolta nas pessoas (Crédito: Reprodução)
Possível união gerou revolta nas pessoas (Crédito: Reprodução)
Possível união gerou revolta nas pessoas (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações da UOL