Casal adota 12 crianças com HIV que foram rejeitadas pelas famílias

'Dedicar minha vida à causa das crianças carentes”, disse o pai.

Ajay Sharma e sua esposa Babita usaram  a generosidade  para vencer o preconceito. O casal resolveu adotar 12 meninos, entre 7 e 17 anos, todos portadores do vírus do HIV que haviam sido rejeitadas pelas famílias. Os dois enfrentaram muita dificuldade no início, mas conseguiram seguir em frente e manter os novos filhos com boa educação e saudáveis.

Em 2004, Ajav Sharma passou por um momento complicado, pois sofreu uma hemorragia cerebral. Ele lembra que isso o fez mudar completamente a maneira de enxergar a vida e as cosias ao seu redor: "entendi a importância de se estar vivo e decidi dedicar minha vida à causa das crianças carentes”.

Em 2008,  adotou uma criança com HIV, que tinha perdido os pais e depois foi abandonada por parentes. '"Minha consciência não me permitia deixar essa criança. Trouxe-o para casa e cuidei dele. Felizmente, ele sobreviveu”, declarou. 

A partir de então, passou a cuidar de demais crianças e adolescentes e acabou acolhendo 12 no total. O médico Rajiv Prakash, que acompanha o tratamento dos pequenos, fala da emoção de fazer parte desta história. 

"Eu sinto uma onda de energia positiva quando encontro essas crianças. Elas são tão cheias de vida. Só rezo para que a ciência encontre um tratamento viável para esta doença”, afirmou. 

Fonte: Com informações do Hypeness