Casal gasta mais de R$ 1 mi para ficar parecidos com Barbie e Ken

Os dois veem nos bonecos uma fonte de inspiração.

Muitas pessoas tem sonhos e metas na vida, mas o casal chamado Anastasia Reskoss, de 20 anos, e Quentin Dehar, de 23 anos, possuem uma vontade inusitada em comum. Os dois já gastaram juntos cerca de R$ 1,2 milhão em cirurgias plásticas  para ficarem parecidos com a boneca Barbie e o boneco Ken.

O casal é obcecado pelos bonecos desde quando eram pequenos e enxergam neles dois uma grande inspiração. A dupla se conheceu em 2013 durante uma festa em Saint-Tropez, na França. "Quando eu pousei meus olhos em Quentin pela primeira vez, soube que encontrei o amor da minha vida", contou Anastasia. "A gente estava na festa quando Quentin veio até mim e disse 'eu encontrei a Barbie para o meu Ken'", acrescentou a garota.

Image title

Os dois precisaram realizar dietas e exercícios físicos para alcançarem corpos 'semelhantes' aos de Barbie e Ken. "Quentin me convenceu a contratar um personal trainer. Eu trabalho com ele várias vezes por semana. Quentin também me fez parar de beber. Nós não bebemos, não fumamos e não usamos drogas".

Sobre a aceitação de seus pais, Anastasia disse que sempre recebeu apoio deles. Segundo a jovem, foram eles que pagaram suas primeiras cirurgias faciais. "Meus pais me deram a melhor educação possível e também me compraram todas as Barbies que eu queria", declarou.

"Em determinado momento eu tinha mais de 100 Barbies na minha coleção. Eu brincava com todas elas. Eu as amava. Elas eram tão bonitas", completou a moça, que aos 15 anos já tinha o objetivo de ficar parecida com a boneca e aos 17 realizou a primeira cirurgia no nariz.

Image title

Os passos de Quentin foram semelhantes aos da amada. "Eu adoro meus bonecos do Ken. Eu tinha todos os acessórios maravilhosos do Ken, o avião de brinquedo, a casa, o carro conversível. Eu amava seu estilo de vida bilionário", comentou o rapaz. "No colégio, eu não me sentia como eu. Eu falei pra mim mesmo que tinha que voltar ao ídolo da minha infância e, assim, me tornar o Ken", completou.

Mas nem tudo 'são flores' para o casal. Por ter um estilo de vida ousado, a dupla sofre muitas críticas. "As pessoas sentem inveja. Elas não fazem graça, mas podem dizer coisas terríveis pelas nossas costas", disse Anastasia. Ela explicou que cirurgia plástica na França ainda é um tabu.

"Quentin e eu queremos iniciar uma revolução das cirurgias plásticas. Todo mundo pode ser bonito", afirmou Anastasia. O próximo passo da dupla é a tentativa de trocar seus nomes para Ken e Doll (boneca, em português).

Image title

Image title

Image title


Fonte: Com informações do UOL