Casal gay vive 15 anos como pai e filho esperando para casar

Pesquisando soluções, o casal chegou à drástica opção da adoção.

A história do casal americano Norman MacArthur, 74, e Bill Novak, 76, é triste, mas mostra superação, porque mostra que, apesar das intempéries da vida, o amor encontra maneiras de sobreviver.

Juntos desde a década de 1960, o casal registrou a união estável em 1994, no estado de Nova York. Porém, se depararam com a dura realidade quando se mudaram para Pensilvânia, estado onde as relações homoafetivas não são reconhecidas pela lei.


Image title

Pesquisando soluções, o casal chegou à drástica opção da adoção. Desde o ano 2000, eles viveram como pai e filho adotado, pois só assim conseguiriam ter acesso a direitos básicos, como visitar um ao outro no hospital, por exemplo.

“Me pareceu bem estranho, mas nós pesquisamos e descobrimos que outros casais também faziam isso. [Sem a adoção] nós seríamos, legalmente, completos estranhos“, disse Norman ao Yahoo Parenting.

Só no ano passado, quando o estado da Pensilvânia passou a reconhecer legalmente as uniões entre casais do mesmo sexo, é que Bill e Norman conseguiram regularizar sua vida.

E, finalmente, viver sob o mesmo teto como sempre sonharam: como um casal, sem ter que esconder nada de ninguém.

Fonte: Com informações do Nada errado