Chuva de meteoros do Cometa Halley passa pela Terra nesta segunda (20)

Em locais com poucas nuvens será possível ver até 20 meteoros por hora

Um fenômeno astronômico está marcado para iluminar o céu da Terra na próxima semana. A partir desta segunda-feira (20) uma chuva de meteoros do Cometa Halley passará próximo do nosso planeta e poderão ser vistos a olho nu nos locais com poucas nuvens e poluição.

De acordo com Daniela Lazzaro, pesquisadora e professora do Observatório Nacional do Rio de Janeiro, a chuva de meteoros é um evento que acontece duas vezes por ano, mesmo que o Cometa Halley só passe próximo da Terra a cada 75 anos.


— O que acontece todo ano, entre os dias 20 e 22 de outubro, é que a Terra atravessa a região onde passou o cometa em suas órbitas anteriores. Isso produz a chuva de meteoros Orionídeos, associada ao Cometa Halley.

A passagem do Cometa Halley em 1986 fez com que corpo celeste se desfragmentasse por conta do alto calor e deixasse para trás centenas de pequenos meteoros, que orbitam em áreas próximas a Terra. O astrônomo Marcos Calil explica como esse fenômeno poderá ser visto pelas pessoas.

— Todo cometa quando está numa distância semelhante ao Sol começa a receber calor, e isso causa perda de matéria. Essa matéria fica suspensa no espaço.

O atrito da atmosfera com esses materiais causam os rastros luminosos que vemos no céu, que são os chamados meteoros. Temos então as chuvas de meteoros, que dito no popular são as estrelas cadentes.

Segundo as previsões feitas pelos observatórios do País, o melhor horário para visualizar a chuva de meteoros será na madrugada do dia 21 de outubro, entre as 2h e 4h, mas será possível ver resquícios da chuva até o dia 22.

Fonte: R7