Ciclista se recusa a passar rival com pneu furado e cede medalha

O ciclista se recusou a ultrapassar rival com pneu furado

O Barão de Coubertin, pai do ideal do espírito olímpico, deve estar orgulhoso do ciclista espanhol Agustin Navarro.

Gesto aplaudido (Crédito: reprodução)
Gesto aplaudido (Crédito: reprodução)


O rival Ismael Esteban estava bem à frente de Navarro durante competição na Cantabria (Espanha), no domingo (13/12), e faturaria, com folga, a medalha de bronze. Mas Esteban sofreu um revés quando um dos pneus da sua bicicleta furou.

Abriu-se a porta para Navarro ultrapassar o adversário e ganhar o bronze. Que nada!

Prevaleceu o espírito esportivo e Navarro não ultrapassou Esteban. Pelo contrário, diminuiu a velocidade e foi atrás do rival, que levava a bicicleta sobre um ombro, até a linha de chegada.

O público e a internet aplaudiram o espírito esportivo de Navarro.

"Isso é um gesto digno de ser imitado, e nos dá uma grande lição, principalmente para o futebol, no qual deve ganhar o melhor e não quem simula uma falta. Por isso seus dirigentes estão presos", escreveu Victor Charcape no YouTube.

"O grande campeão chegou em quarto. Isso no futebol não acontece", opinou Eltorivio de Camelias.


Fonte: Com informações do OGlobo