Confira quais são as cinco comidinhas que podem matar você

Saiba

Você já deve ter visto aqui no Mega Curioso algumas matérias sobre iguarias — e até mesmo alimentos bem comuns — que podem ser extremamente tóxicas para os seres humanos. Pois como existem muitas outras opções pra lá de venenosas por aí, resolvemos aumentar a nossa listinha de “comidas perigosas” incluindo outras cinco opções potencialmente letais para você conferir. Veja a seguir:

1 – Akee

Segundo quem já provou a fruta acima, ela é uma verdadeira delícia. No entanto, apesar de ser comestível, a akee — como é chamada — é tóxica quando ingerida antes de amadurecer, e pode inclusive ser mortal em alguns casos. Da espécie Blighia sapida, essa fruta pode ser encontrada no oeste africano e em algumas regiões do Caribe e, quando verde, contém as toxinas hipoglicina A e B.

Seu consumo acidental pode ocasionar um envenenamento agudo conhecido popularmente como “doença do vômito jamaicano”, cujos sintomas vão muito além de simples náuseas. Além do vômito, os afetados podem apresentar perda da força muscular, desidratação, sofrer convulsões, entrar em coma e, em casos extremos, vir a falecer.

2 – Mandioca

Considerada como uma das principais fontes de carboidrato dos países em desenvolvimento, a mandioca é extremamente versátil — e pode ser muito tóxica, especialmente se ela for da espécie Manihot esculenta. Essas plantas são conhecidas popularmente como “mandioca-brava” ou “mandioca-amarga”, e se não forem corretamente preparadas, podem provocar a intoxicação por cianeto.

Assim, o preparo incorreto da mandioca pode ocasionar, além da intoxicação aguda, o surgimento do bócio — caracterizado pelo aumento do volume da tireoide —, perda de equilíbrio e da coordenação de movimentos musculares voluntários, paralisia parcial e até a morte.

3 – Peixinho

Ficou com peninha do peixe da foto acima? Pois não subestime o poder desse bichinho, pois sua pele, fígado e órgãos reprodutivos contam com uma neurotoxina chamada tetrodotoxina que pode ser mortal para os humanos — e para a qual não existe nenhum antídoto conhecido. Entre os principais sintomas do envenenamento acidental estão a paralisa muscular e o surgimento de problemas respiratórios e circulatórios.

Da espécie Lagocephalus sceleratus, esses peixes podem ser encontrados no Pacífico e no Índico e, assim como ocorre com o “fugu” servido no Japão, eles são consumidos como iguarias em alguns portos da região. No entanto, esses animais começaram a chegar até o Mediterrâneo — através do Canal de Suez — e causaram a morte de várias pessoas que consumiram os peixes sem que eles fossem preparados adequadamente.

4 – Sapo

O bichinho da imagem acima pode não parecer muito apetitoso para você, mas ele é muito apreciado em diversos países africanos, especialmente na Namíbia, onde é considerado uma iguaria. Da espécie Pyxicephalus adspersus, o animal é conhecido como rã-touro-africana, e contém uma toxina chamada “Oshiketakata” que pode provocar a falência renal e até a morte.

Para evitar uma visita ao hospital, a rã-touro-africana deve ser consumida apenas se for capturada após a temporada de acasalamento, e depois da “terceira chuva” — seja lá o que isso quer dizer! Em outras palavras, a não ser que você seja um profundo conhecedor de anfíbios e realmente tiver um desejo incontrolável por saborear um desses animais, é melhor ficar bem longe dos sapos africanos.

5 – Carambola

Se você pensa que a carambola é uma fruta completamente inofensiva, saiba que o consumo de apenas 100 ml do suco pode ser fatal para pessoas que sofrem de diabetes, insuficiência renal crônica ou lesão aguda nos rins.

Isso ocorre por que a fruta conta com uma toxina chamada caramboxina que não pode ser filtrada pelos rins dos doentes, e pode provocar crises de soluço, vômito, confusão mental, agitação, convulsões e, em casos mais graves, até a morte.

Fonte: Mega Curioso