Conheça 10 partes do seu corpo que podem ser dispensadas

Entretanto, por alguma razão misteriosa, algumas partes parecem não fazer mais muito sentido e mesmo assim permanecem no corpo

O corpo humano é algo impressionante. Após milhares de anos nós nos adaptamos, mudamos e nos transformamos em uma máquina – quase – perfeita de sobrevivência. Entretanto, por alguma razão misteriosa, algumas partes parecem não fazer mais muito sentido e mesmo assim permanecem no corpo.

Apesar das mudanças naturais que acontecem com o envelhecimento e dos fatos impressionantes que permeiam a vida, partes como o mamilo masculino e a apêndice são praticamente dispensáveis. A seguir, você confere uma lista com os 10 mais desnecessários.



1. Dedo mindinho

Embora nossos ancestrais macacos precisassem de todos os dedos da mão para segurar e balançar nas árvores, atualmente o homem moderno consegue se virar perfeitamente com o dedão e a ajuda dos outros três dedos. Um fato curioso é que é muito difícil mover só o mindinho e não afetar o anelar.

2. Músculo eretor de pelos

Antigamente, esses minimúsculos faziam com que os pelos de nossos ancestrais permanecessem eretos e passassem uma impressão ameaçadora para os inimigos – assim como fazem os gatos, cachorros e outros mamíferos. Hoje em dia, eles apenas servem para causar calafrios.

3. Costela extra

Quem nunca ouviu falar que alguma atriz ou cantora famosa tirou uma costela para ficar mais magra? Ao que tudo indica, esses boatos até que podem ser verdadeiros. Enquanto a maioria das pessoas tem 12 pares de costelas, 5% dos humanos – todos os chimpanzés e gorilas – possuem um conjunto extra perto do pescoço.


4. Dente do juízo

O terror de muita gente é ter que arrancar o dente do juízo. Afinal, para que serve um objeto que fica no fim da boca coberto em grande parte pelas bochechas? Provavelmente para doer e causar despesas extras com o dentista. O grande problema é que nem todo mundo tem espaço hoje em dia na gengiva para suportar esses dentes.

Entretanto, antes da invenção da pasta de dente e da higiene bucal em geral, os dentes do juízo serviam como backup quando os molares caiam.

5. Terceira pálpebra

Sabe aquela pequena camada rosada que fica no canto do olho? Então, aquilo é uma sobra do que restou da membrana nictitante – uma capa translúcida que ainda está presente em alguns pássaros, répteis e peixes. A função da terceira pálpebra é deslizar de um lado para o outro para proteger o olho enquanto mantém a visibilidade.

6. Amígdalas

Esses tecidos que ficam na parte de trás da garganta servem para filtrar bactérias e vírus – porém, eles também costumam infeccionar, sendo bem comum removê-los quando criança. Todavia, conforme ficamos mais velhos, eles encolhem e param de causar problemas.

7. Mamilos masculinos

Fora serem polêmicos, os mamilos masculinos não servem para muita coisa. Na verdade, eles permanecem no corpo porque todos os fetos são gerados como meninas até que o cromossomo Y surja, transformando assim alguns deles em meninos. Portanto, os mamilos nos homens não passam de um subproduto do desenvolvimento embrionário.

8. Apêndice

Ainda que você possa viver sem ela, alguns estudos recentes sugerem que o apêndice não é tão inútil quanto se pensava: uma de suas funções seria armazenar bactérias benéficas para o organismo, visando assim repovoar o intestino caso ocorra uma doença que remova todas as suas proteções.

9. Cóccix

A base de sua espinha possui um conjunto de três a cinco vertebras agrupadas. Sabe o que isso significa? Em algum momento da evolução, as pessoas tiveram uma cauda! É difícil de acreditar, mas esse conjunto de ossos foi tudo o que sobrou dos nossos rabinhos.

10. Canal deferente feminino

Para compensar os mamilos masculinos, as mulheres também possuem um resquício inútil da fase embrionária: dutos de esperma próximos aos ovários. Conforme o feto feminino se desenvolve, esses canais se fecham.

 

Fonte: Mega Curioso