Conheça a “arbol de la muerte”, a árvore da morte

Conheça a “arbol de la muerte”, a árvore da morte

Essa espécie de árvore é encontrada no Caribe

As árvores foram feitas para embelezar as paisagens e gerar gás oxigênio para os seres humanos. O ato de encostar em uma árvore para se proteger do calor é comum em vários lugares, mas tome cuidado ao fazer isso na árvore manchineel (Hippomane mancinella).

Essa espécie de árvore foi batizada de como “arbol de la muerte”, que significa “árvore da morte”. É encontrada no Caribe, nas Bahamas, no Golfo do México, em partes do norte da América do Sul, nas Ilhas Galápagos e até mesmo no estado norte americano da Flórida.

O nome árvore da morte veio porque quando tocada por alguma pessoa, ela pode causar queimaduras. Mas o mais perigoso é se alguém ingerir os frutos produzidos por ela. Eles podem causar vômito, diarreia e convulsões.

O fruto pode ser confundido com uma maçã. Ele possui um gosto apimentado, deixando a boca com sensação de queimação. Em poucos minutos, se cria uma dificuldade para respirar.

A árvore da morte possui muitas toxinas. Mas a maioria dos efeitos desagradáveis vem da substância forbol, um composto orgânico que se encontra em meios vegetais. O que piora a situação é o fato da árvore inteira ser composta por essa toxina.

Alguns relatos contam que antigas tribos do Caribe usassem essas toxinas para torturar os inimigos. A seiva é extremamente cheia de toxinas, sendo que o contato com a pele pode causar bolhas, ardor e irritação severa.

Fonte: Climatografia Geográfica