Conheça como era o sexo para os antigos egípcios

Conheça como era o sexo para os antigos egípcios

Os egípcios eram um povo não muito ligado ao sexo

Os egípcios são famosos pelas esculturas e gigantescas obras arquitetônicas, além é claro dos hieróglifos e muitas coisas relacionadas a cultura.

Mas, esse povo também era bem desenvolvido com relação ao sexo? Ao que se sabe, os egípcios eram um povo mais acanhado com relação a sexualidade. Diferente dos Gregos e Romanos, o povo do Egito só escreveu apenas 3% sobre sexo, falando muito mais sobre religião, astrologia, medicina e tradições do que qualquer outra coisa.

Para saber sobre o assunto, o historiador Marc Orriols dedicou seu trabalho na busca para respostas que solucionassem esse mistério.

Nas suas pesquisas, os historiadores descobriram mais sobre a pratica do sexo no Egito através do Papiro de Turim e alguns outros desenhos feitos nas pirâmides.

Uma dessas descobertas era a forma de como os egípcios retratavam os membros genitais nas pinturas. Eles aumentavam o tamanho para uma anatomia surreal. O pesquisador diz que essa pratica era bem simbólica, pois esses membros possuíam grande importância para eles.

Outra curiosidade é o fato das representações do momento sexual sempre serem feitas por trás. Há arqueólogos que acreditem, que essa seria a posição vaginal mais comum para a época. Já o historiador Marc acredita que essa posição servia para humilhar outros homens.

O papiro de Turin também revela como funcionava os “bordeis” da época. Em algumas representações, as mulheres vaziam verdadeiras manobras sexuais que muito parece o Kama Sutra.

Diferente do que é retratado nos filmes, os egípcios eram um povo não muito ligado ao sexo e nem movido por ele.

Fonte: Fatos Desconhecidos