Conheça grupos que se dizem comunicar com os mortos

Conheça grupos que se dizem comunicar com os mortos

Algumas pessoas dizem se comunicar com pessoas que já partiram

Algumas pessoas dizem se comunicar com pessoas que já partiram dessa para melhor. Até hoje a ciência não comprovou se podemos de fato nos comunicar com os mortos. Mas existem grupos que afirmam ter essa capacidade.

Confira:

1. Quem passou por experiências de quase morte

É comum que pessoas que tiveram a sorte de sobreviver a paradas cardiorrespiratórias “voltem” à vida contando a respeito de experiências inusitadas. Muitos garantem ter estado com entes queridos que já faleceram, enquanto outros experimentam momentos mais místicos, como encontros com Deus e outras figuras religiosas. Mas existem explicações para isso. Uma delas é atividade cerebral do paciente.

2. Os espiritualistas

O Espiritualismo Moderno foi fundado no século 19 pelas irmãs — Margaret, Leah e Kate — Fox, um trio de norte-americanas que vivia nos arredores de Nova York. Segundo os relatos, duas das meninas, Margaret e Kate, resolveram aprontar uma travessura com a mãe e inventaram a história de que a casa na qual a família residia era assombrada, e a dupla disse ser capaz de se comunicar com a assombração.

Com o tempo, as irmãs Fox acabaram se tornando médiuns profissionais e, mesmo depois de o trio admitir que não tinha nenhum poder incomum e que, no fundo, as mulheres eram charlatãs, o movimento espiritualista acabou ganhando força e se estabelecendo.

3. Os enlutados

Muitos enlutados dizem conversar com os falecidos em sonhos, enquanto outros buscam a ajuda de médiuns para estabelecer a comunicação. Mas também acontece de o contato ocorrer de forma espontânea, e os familiares afirmam sentir o toque, ouvir a voz e perceber o cheiro do ente querido em determinadas ocasiões. Entretanto, para muitos especialistas, esses episódios acontecem como forma de o enlutado lidar com a terrível perda que sofreu.

4. Várias Culturas

O que não faltam por aí são culturas que acreditam se comunicar com seus mortos, como é o caso do povo Dogon, nativo de uma região isolada no sul de Mali, na África. Eles acreditam que são capazes de contatar seus ancestrais, e realizam um ritual no qual integrantes desse povo dançam usando máscaras talhadas em madeira que serviriam para conectar os vivos e os finados.

Fonte: Mega Curioso