Conheça seis hábitos do cotidiano que ajudam a esculpir o abdômen

Aqui seis passos que podem ajudar a conquistar o tão espero abdômen tanquinho, ou pelo menos, a cobiçada "barriga negativa".

Para alcançar resultados práticos com relação a um dos músculos mais difíceis de serem esculpidos, é preciso muito planejamento, disciplina, força de vontade e organização. Aqui seis passos que podem ajudar a conquistar o tão espero abdômen tanquinho, ou pelo menos, a cobiçada "barriga negativa".

1. Beber água
Ao acordar, depois de uma média 6 a 8 horas de sono, é preciso beber 16 "doses" de água gelada. Cientistas alemães divulgaram pesquisas recentes que confirmam que o metabolismo acelera em 24% a mais que o normal após a ingestão dessa quantidade de água. Um estudo anterior afirmou que as celúlas musculares crescem mais rapidamente quando estão bem hidratadas, por isso água é fundamental para o ganho.

2. Garanta o café da manhã
Um outro estudo, da Universidade Massachussetts, afirmou que as pessoas que pulam o café da manhã tem quatro vezes e meio mais chances de desenvolver a barriguinha, comparando com aqueles que o fazem. A recomendação é consumir proteínas (250 calorias) até uma hora após acordar. Os cientistas descobriram que quanto melhor o café da manhã menor será a circunferência na cintura. Deve se ter cuidado para não consumir alimentos calóricos, como frituras. Isso faria mal a saúde e a dieta. Aqui vale uma receita de shake: uma colher de aveia instantânea, uma colher de whey protein e 1/2 de morango ou outra fruta vermelha. Bate tudo no liquidificador e está pronto.

3. Rever objetivos
É importante reavaliar sempre os resultados e realinhar os objetivos da dieta e dos exercícios. Cientistas da Universidade de Lowa descobriram que as pessoas que acompanham seus objetivos, os avaliam e traçam novos planos a depender da necessidade, têm mais êxito no alcance dos resultados.

4. Cuidar das opções na geladeira
 
É importante sempre garantir alimentos saudáveis.
Então uma dica é deixar tudo já separado para o dia a dia

Exemplo:

- Uma maçã e duas fatias de queijo magro (para o lanche)

- Uma porção de proteínas e carbos com 500 a 600 calorias (para almoço)

- Um shake de proteína ou um litro de leite (para o lanche da tarde)

Utilizando essa estratégia será mais difícil sair da reeducação alimentar e resistir às tentações calóricas do dia a dia e garantirá no organismo os nutrientes necessários para manter a boa forma, a saúde e as metas.

5. Todos nascem com um abdômen
O problema é que na maioria dos casos ele está escondido sob uma camada de gordura. Não adianta fazer diversos exercícios para esculpir o músculo abdominal, mas é importante fazer exercícios aeróbicos com o objetivo de queimar a gordura. Uma estratégia pode ser levantar peso e depois fazer um disparo na esteira de 3 minutos. De acordo com um recente estudo da Universidade de Southern Maine, meia hora de levantamento de ferro queima tantas calorias quanto uma corrida se for feita para este fim. A diferença é que paralelo ao exercício aeróbico, um benefício adicional é o ganho de músculos com o levantamento de peso. E diferente da aeróbica, o estudo afirma ainda que o músculo trabalhado fica sob efeitos das musculação por até 39 horas.

6. Dormir
O descanso é essencial para fazer aparecer os seis 'gominhos' que estão escondidos. Afinal de contas, o sono favorece os hormônios que fazem queima de gordura e facilita o seu trabalho. Estudos da Universidade de Chicago confirmam que apenas três noites mal-dormidas são suficientes para a ineficiência das células musculares. O resultado: armazenamento de gordura em torno da barriga e retardamento de resultados.

Fonte: iBahia