Criador da Cerveja Corona deixa herança para moradores de vilarejo

Criador da Cerveja Corona deixa herança para moradores de vilarejo

Com isso, cada pessoa estará recebendo 2 milhões de libras

O criador da famosa cerveja Corona, Antonino Fernández, fez uma coisa que muitas pessoas não teriam coragem de fazer.

Ao morrer em agosto deste ano, Antonino Fernández deixou um testamento dividindo sua fortuna com 80 moradores do vilarejo de Cerezales del Condado, na Espanha, onde ele cresceu e viveu durante boa parte de sua vida. Com isso, cada pessoa recebeu 2 milhões de libras, o equivalente a aproximadamente R$ 8,4 milhões.

Segundo um dos herdeiros, Maximino Sanchez, que é proprietário do bar da localidade, os moradores do vilarejo nunca tiveram dinheiro sobrando. Ela diz que não sabe o que teria feito sem a valiosa ajuda do de Fernández.

O cervejeiro se mudou para o México em 1949, quando tinha 32 anos de idade, e começou a trabalhar com em uma cervejaria do Grupo Modelo. Aos poucos foi se destacando em seu emprego, ao ponto de elaborar novos tipos da bebida, o que inclui a Corona, que está entre as mais vendidas do mundo. Fernández foi CEO da empresa de 1971 a 1997.

Fonte: Mega Curioso