Depois de séculos, Japão volta a contratar ninjas experientes

Os ninjas não serão contratados para espionagem e sim para turismo

Após séculos, o anúncio de "procuram-se ninjas" está sendo veiculado no Japão. A oferta de trabalho foi feita pela prefeitura de Aichi.

Os ninjas não serão contratados para espionagem ou realização de assassinatos, atividades consagradas pela história da atividade milenar. Eles terão papel importante para impulsionar o turismo na região, que abriga o histórico castelo de Nagoya.

O salário será de o equivalente a R$ 6.000, mais bônus por desempenho. Na atividade, os ninjas terão que fazer acrobacias, mostrar destreza com as suas armas, incluindo as mortais estrelas shuriken, e posar com turistas. Fluência em japonês é recomendada, mas há vagas para fluentes em inglês.

Depois de séculos, Japão volta a contratar ninjas experientes (Crédito: Reprodução)
Depois de séculos, Japão volta a contratar ninjas experientes (Crédito: Reprodução)


O cartaz que oferece o emprego diz que os candidatos "devem curtir os holofotes mesmo que ele ou ela sejam ninjas secretos".

Os ninjas foram mercenários que atuavam no século XV e eram especialistas em espionagem, assassinato, sabotagem e outras formas de atividades irregulares. Por isso, eram considerados abaixo dos samurais, que eram guerreiros nobres que agiam de acordo com severas regras de luta com honra.

Fonte: Com informações do Page not Found