Descubra 11 motivos que fazem um homem abandonar seu casamento

Descubra 11 motivos que fazem um homem abandonar seu casamento

Veja a seguir uma seleção das respostas mais interessantes

Casamentos não se desfazem da noite para o dia. Muitas vezes o fim vem depois dos dois cônjuges passarem meses e anos tentando segurar a barra, acreditando firmemente que seria possível resolver suas questões e manter o casamento.

Mas, uma vez que o relacionamento chega ao fim, a maioria dos divorciados consegue olhar para trás e dizer qual foi o momento exato – aquela discussão homérica ou situação em que o cônjuge mostrou de fato quem era – que deveria ter sido um sinal claro de que já não havia mais conserto para aquele casamento.

Recentemente, no site Reddit, homens divorciados falaram sobre o momento exato em que caiu a ficha de que o relacionamento não tinha mais jeito. Veja a seguir uma seleção das respostas mais interessantes.

1. Quando ele cansou dos pitis dela.

"Eu sofri um acidente de carro. Perdi meu emprego. Eu ainda estava depressivo após o falecimento de uma pessoa da família. Aí minha esposa decide que quer muito um relógio de ouro que custa $999. Eu digo a ela que não tenho como gastar com uma coisa assim na nossa atual situação. Ela se tranca no banheiro e chora. Essa foi a primeira vez que eu não reagi a essa tática dela. Ela saiu de lá algumas horas depois e me perguntou na lata se eu queria me divorciar. Isso nem havia passado pela minha cabeça antes, mas foi naquele momento que eu soube que era o fim”.

2. Quando a confiança acabou.

"Foi quando me dei conta que estava fotografando todas as placas das ruas por onde passava no meu trajeto de 25 minuto do trabalho para casa, para que houvesse um registro cronometrado de toda a minha rota, para rebater as acusações constantes de que eu a estava traindo… Depois disso, eu simplesmente fui embora”.

3. Quando ele e a esposa passaram a ser praticamente só colegas.

"No nosso último ano juntos, parecia que éramos colegas de república e não amantes. Ela não demonstrava mais interesse em passar tempo comigo, paramos de tomar banho juntos e começamos a dormir em horários opostos. Ela transmitia uma infelicidade generalizada o tempo todo. Eu queria muito resgatar o nosso casamento, mas quando ela finalmente disse que simplesmente não me amava, eu sabia que tinha acabado”.

4. Quando as contas não batem.

"Eu voltei para casa depois de uma missão militar de sete meses em outro país e minha esposa estava grávida de cinco meses. Não sou nenhum gênio da matemática, mas essa conta eu entendi direitinho”.

5. Quando ele estava sofrendo de depressão e ela só riu.

"Eu estava falando para sobre como eu estava me sentindo deprimido, sem esperança. Eu descrevi como se fosse um tipo de crise existencial. Ela só riu. Ela literalmente riu da minha cara enquanto eu falava da dor que sentia. Foi nesse dia que entendi que ela realmente não se importava comigo”.

6. Quando ele entendeu que ela não acreditava nos sonhos dele.

"Há cinco anos, eu falei para ela que queria deixar o serviço militar para estudar medicina. Ela é cientista mas agiu como se aquela fosse a coisa mais ridícula que eu pudesse fazer. O que ela me disse foi, ‘Você não pode simplesmente decidir que vai ser médico’. Imagine que você passou um ano inteiro pesquisando e pensando sobre uma coisa e aí quando você conta para seu melhor amigo desse seu sonho e anseio ele só te olha como se você fosse totalmente sem noção… Eu comecei a cursar medicina há quatro semanas. Eu não tenho ressentimento dela, mas ela vai ficar surpresa pra ca*alho se um dia decidir encontrar informações minhas no Google”.

7. Quando ele discordou dela sobre como educar os filhos que teriam no futuro.

"Quando a minha esposa afirmou que os filhos que tivéssemos seriam educados em casa por ela, ao invés de irem para a escola (ela nunca terminou o ensino médio) e que não os levaria para tomarem vacinas... Isso não dava para negociar. Eu era bem jovem na época e sinceramente, nunca tinha me ocorrido o quanto aquilo era importante para mim até discutirmos sobre aquelas questões. Eu (ingenuamente) achava que era óbvio que faríamos aquelas coisas”.

8. Quando ele passou a sentir indiferença em relação às traições.

"O momento exato foi há alguns meses, quando as frequentes e prolongadas traições dela já não me deixavam furioso. A raiva desapareceu e eu percebi, finalmente acabou, graças a Deus. Agora eu posso encerrar esse casamento doentio”.

9. Quando ele decidiu colocar a filha em primeiro lugar.

"Eu me dava super bem com a minha segunda esposa, mas com o passar do tempo o relacionamento dela com a minha filha de um casamento anterior foi só piorando. Eu tentava não culpá-la; ela simplesmente não estava pronta para ser a mãe da filha de outra pessoa. Mas foi difícil aceitar isso. Tentamos fazer terapia de casal por um tempo, mas ela achava que terapia era para ‘gente doida e ela não era doida’. Depois de um tempo, eu e minha filha saímos de casa. Eu esperava que ela mudasse de ideia e decidisse tentar resolver as coisas conosco, mas isso não aconteceu. Eu tive que fazer o que era certo para a minha filha, mesmo que fosso doloroso para mim”.

10. Quando ele percebeu que ela não admitia que ele tivesse os próprios hobbies.

"Eu e minha ex estávamos assistindo o filme 'Ligeiramente Grávidos'. Aí passou a cena onde a esposa está seguindo o marido para pegar ele ‘traindo’ ela. Na verdade, ele tinha apenas saído escondido para um jogo de baseball. A minha ex virou para mim e disse, ‘Viu que atitude terrível e egoísta, o cara saindo escondido assim?’ Eu olhei para ela e disse, ‘Viu como ela é terrível, oprimindo os sonhos e hobbies do cara de tal forma que ele precisa sair escondido para fazer o que gosta?’ Naquele momento percebi que ela havia feito aquilo comigo. Ela me oprimia, me fazia sentir super culpado dizendo que meus hobbies eram infantis. Ela me manipulava com culpa, dizendo que aquelas tomavam o tempo que eu poderia estar com ela. Ao mesmo tempo, ela não se interessava em ter um hobby ou interesse próprio, apesar de eu incentivá-la a encontrar algum”.

11. Quando ele gastou horas indo e voltando do trabalho e ela nem se importou.

"Certa noite de inverno tive que trabalhar até bem tarde e por isso perdi o trem que normalmente pegava para voltar para casa, então peguei um ônibus suuuper demorado e tive que caminhar algumas milhas do ponto do ônibus até em casa em temperatura abaixo de zero. Ela não queria ser incomodada e vir me buscar pois teria que sair da aula de yoga mais cedo. Já tínhamos vivido 20 anos de muita coisa ruim no casamento, mas foi naquela noite que decidi que estava tudo acabado. Ela percebeu o que tinha feito depois, mas já era tarde demais”.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: The Huffington Post