Em mudança história, Barbie lança bonecas gordinhas

Antes, o corpo era único (alto e muito magro).

Em uma grande mudança, a maior em sua história de 57 anos, a Mattel, dona da marca Barbie, anunciou hoje (28) o lançamento de novas bonecas, que trarão três novos formatos de corpo. Antes, o corpo era único (alto e muito magro), embora já existissem variações na cor de pele, cabelo e estilo do cabelo.


Image title

Recentemente, a marca tinha criado novas variações de pele, cabelo e rosto, indicando o novo caminho.  Além do corpo "original", agora há o "curvy" (um corpo mais baixo e mais "cheio" nas pernas, braços e cintura); "petite" (baixa estatura); e "tall" (estatura maior).

Os lançamentos estão em sintonia com um debate cada vez maior sobre diversidade, padrões de beleza, feminismo e quebra de estereótipos. Criando corpos "mais reais" (ou "menos fantasiosos"), a marca tenta afastar as críticas do "padrão de beleza impossível" da Barbie original: muito magra, muito alta, pele branca e loira.

A marca já demonstrara estar atenta aos novos tempos, promovendo um comercial de mensagem feminista para as garotas e colocando, pela primeira vez, um garoto em um comercial.

Segundo a revista Time, o projeto foi mantido em sigilo durante seu desenvolvimento e foi batizado de "Project Dawn". A marca, apesar de querer atingir uma nova geração, de novos paradigmas, já espera encontrar muitas críticas e ressalvas, a começar pelos limitados termos "curvy" ("curvilínea"), "petite" (miúda) e "tall" (alta).

Também, três novos formatos de corpo ainda - obviamente - não refletem todos os outros tipos específicos de corpo e tipos de beleza.

Sabendo disso, a marca já criou uma linha de telefone especial, somente para receber as críticas e comentários das novas bonecas. A marca atinge um bilhão de dólares anuais em vendas ao redor do mundo, em 150 países diferentes. 92% das garotas americanas, entre 3 e 12 anos, têm uma Barbie em casa.

Fonte: Com informações do Exame