Empresa de preservativos é julgada por não gerar 'orgasmo múltiplo'

O caso é julgado depois que uma companhia rival fez o alerta.

Uma empresa de preservativos de Berlim, na Alemanha, que prometeu a seus clientes “orgasmos múltiplos”, acabou no tribunal acusada de propaganda enganosa.

A companhia disse que os preservativos Einhorn – Unicorn daria aos usuários 21 ápices prazerosos usando apenas 7 camisinhas.

Mas o tribunal regional de Düsseldorf acabou julgando a empresa depois que uma companhia rival alertar.

“Cada embalagem contém sete preservativos – ou até 21 orgasmos”, diz a embalagem da Einhorn. A fabricante explicou que o homem pode atingir o ápice uma vez, enquanto as mulheres duas.

A companhia rival, que abriu o processo, disse que a propaganda poderia ser mal interpretada, levando ao uso repetido de preservativos, possibilitando que eles rasguem.

O caso segue sendo julgado.

Image title


Fonte: Com informações do Gadoo