Empresário desiste de fortuna de R$311 milhões para se tornar monge

A iniciação de Doshi foi seguida por uma procissão de 7 quilômetros

O empresário indiano, Bhanwarlal Raghunath Doshi, renunciou publicamente, toda sua fortuna de 100 milhões de dólares (cerca de R$ 311 milhões de reais) para se tornar um monge. Ele abriu mão de tudo durante uma cerimônia, tornando-se o discípulo número 108 do guru jainista, Shri Gunratna Surishwarji Maharaj.

A decisão de Doshi foi influenciada por palestras jainistas que sustentavam sua espiritualidade desde 1982. Mas a sua família - sua esposa e três filhos - foram sempre relutantes em deixá-lo seguir o caminho para se tornar um monge. Eles finalmente cederam à sua vontade, no ano passado, permitindo que Doshi realizasse seu sonho de longa data.

O local foi especialmente decorado para o evento, com 20.000 varas de bambu que formavam o palco, além de 3.000 trabalhadores e 200 guardas de segurança. Cerca de 150 mil pessoas participaram do evento; 7.000 vieram de fora da cidade, e 500 quartos do hotel foram agendados para acomodá-los. Doshi entrou no palco vestido com roupas luxuosas, mas trocou seu traje por roupas de algodão simples, durante a cerimônia.

A iniciação de Doshi foi seguida por uma procissão de sete quilômetros, contando com 1.000 monges, 12 carros, nove elefantes, nove carros de camelo, e músicos. Cerca de 16 milhões de dólares (cerca de R$ 50 milhões de reais) foram gastos com a ocasião. Dinheiro, moedas de ouro e as chaves do carro foram jogados na multidão durante a procissão.

Doshi precisa agora usar roupas simples, andar descalço, e jamais poderá cortar o cabelo. "A vida de um monge jainista é semelhante ao de uma concha que não pode ser pintada por qualquer outra cor", disse Surishwarji Maharaj.


Image title

Image title


Fonte: Com informações do Jornal Ciência