Encontrado antigo Evangelho que nega a crucificação de Cristo e anuncia profetas islâmicos

Encontrado antigo Evangelho que nega a crucificação de Cristo e anuncia profetas islâmicos

O museu de Ankara, na Turquia, guarda entre seus grandes tesouros um documento antiquíssimo, com mais de 1500 anos de registro. O livro em questão contém um misterioso texto, conhecido como o Evangelho Apócrifo, ou o Evangelho de Barnabé.


Escrito em aramaico, o livro revela um relato bastante diferente dos Evangelhos narrados nos Novo e Antigo Testamentos. Na verdade, sua história descreve Jesus como um profeta a mais e ignora seu caráter divino e definitivo. De acordo com o documento, Jesus não teria sido crucificado, e sim Judas Iscariotes, contradizendo a ideia da ressureição dos Evangelhos Canônicos. O texto também afirma que Jesus teria ascendido aos céus vivo e cita, em uma passagem, que o Mestre se referia a Paulo como “o impostor”.

Entre algumas das revelações encontradas no documento está uma profecia de Jesus sobre a chegada de Maomé, que fundaria o Islamismo 700 anos depois, além da previsão da chegada do último Messias islâmico, fato que ainda não teria ocorrido até os dias atuais. Muitos acreditam que os relatos do Evangelho de Barnabé com os fundamentos do Islã seriam a razão pela qual o Vaticano tentou ocultar o livro durante tantos anos.

Fonte: seuhistory.com