Entenda como seria diferente morar em Marte

Entenda como seria diferente morar em Marte

O solo de marte é rico em sódio, potássio, magnésio e cloro

O fundador da SpaceX e Tesla Motors Inc e o co-fundador da Pay Pal, Elon Musk revelou que futuramente vai ser possível habitar o planeta vermelho em breve. Ele pretende que as viagens para Marte, comessem a acontecer a partir de 2024.

Com as viagens ao planeta vermelho, o objetivo é que comecem em alguns meses a colonização. O projeto é da Space Exploration Technologies Corp, que há aproximadamente 10 anos trabalha com a ideia.

Elon Musk contou que a colonização deve durar dois anos e quatro meses. Isso vai ser possível após 200 mil pessoas que se voluntariaram para o experimento de se mudar definitivamente para o outro planeta. Desse número, quatro pessoas foram selecionadas e receberão um treinamento para saber lidar com a situação do local.

Chamado de “Mars One”, o projeto levará 4 pessoas para habitar o planeta diferente do nosso. O treinamento para essas pessoas vai durar 8 anos e durante a longa viagem, os tripulantes devem se alimentar de comida enlatada e desidratada. Os moradores do planeta vermelho terão que praticar atividade física 3 horas por dia para manter a massa corporal.

A área em que os quatro terráqueos vão morar vai ter apenas 50 metros quadrados de área individual habitável, a área total conhecida como “Unidade viva”. O local contará com banheiros, área de trabalho e também uma área de lazer, além das cabines, local onde eles vão dormir.

A colônia também será sustentável, onde os habitantes poderão construir seu próprio alimento. A luz artificial será o fator essencial para essa ideia. O solo de marte é rico em sódio, potássio, magnésio e cloro.

Marte tem uma temperatura que varia bastante. Lá ou é uma estação bastante fria e outra já é muito quente. Algumas regiões podem chegar a 20 graus e outros 90 graus negativos

O oxigênio será obtido graças a descoberta de água congelada no planeta. O processo para derreter o gelo, será feito por um robô, que irá esquentar esse gelo, causando a sua evaporação e condensação em seguida.

A água extraída será armazenada em tanques de 1.500 litros, os astronautas por outro lado só poderão consumir 50 litros da água reciclada por dia.

Fonte: Fatos Desconhecidos