Entenda para onde vai a gordura que você perde quando está emagrecendo

Entenda para onde vai a gordura que você perde quando está emagrecendo


Apesar da obsessão quase que mundial por dieta e programas de emagrecimento, uma grande dúvida que todos temos é: para onde vai a gordura corporal quando emagrecemos corretamente? O que sempre imaginamos é que a gordura era convertida em energia ou calor. Simples assim, eu também pensava. Dr. Fábio Cardoso, médico do esporte especialista em medicina preventiva e longevidade, nos conta que apenas parte é convertida em energia, mas nem de longe isso explica todo o processo de perda de gordura durante o emagrecimento.

Respondendo esta pergunta, temos agora um estudo realizado pela School of Biotechnology and Biomolecular Sciences da Austrália que nos auxilia a entender o que realmente acontece. O dr nos conta que somente agora os cientistas estão conseguindo “juntar os pontinhos” e finalmente entendendo o processo metabólico de perda de peso. A parte da resposta que faltava para esclarecer a nossa dúvida é que a maior parte da gordura é respirada para fora do corpo, isso mesmo – exalada – como dioxido de cardono, o famoso CO2. Literalmente, “gone with the wind” – “e o vento levou”…

No trabalho publicado na Britsh Medical Journal, e encabeçado pelo pesquisador Prof. Dr. Ruben Meerman, foi demonstrado que para perder 10 kilos de gordura é necessário inalar 29 kilos de de oxigênio e neste processo metabólico são produzidos 28 kilos de dioxido de carbono e 11 kilos de água. Se você entender que cada átomo em 10 kilos de gordura são “perdidos”, e não consumidos como energia – nossa idéia antiga – 8,4 kilos são excretados via a respiração, através do pulmões. Os outros 1,6 kilos se transformam em água, e podem ser excretados através da urina, fezes, suor, lágrimas e outros tantos fluídos corporais internos e externos. Óbvio que não adianta respirar mais rápido e mais fundo você irá hiperventilar. E acabará tonto, poderá desmaiar e até ter arritmias cardíacas.

Quer acelerar? Dr Fábio nos diz que a regra é adequar a respiração com a sua taxa de metabolismo. Só assim você não “hiperventila”. E a melhor forma de fazer isto é muito conhecida e simples: faça exercícios, e se mantenha ativo por todo o teu dia, evitando ficar parado por muito tempo (sofá, cadeira, cama engorda viu?). Agora já entendemos que não vamos “queimar” gordura somente, vamos “respirar”, “botar para fora” a maldita, está aí um exorcismo que todo mundo gostaria de realizar.

Fonte: Jornal Meio Norte