Entidade lança calendário erótico gay de padres em defesa aos homossexuais

Produto contém imagens de padres ortodoxos seminus e custa cerca de R$ 40

Entidades que defendem os direitos homossexuais lançaram na Rússia um calendário erótico e bastante polêmico: segundo a organização Orthodox-Calendar (OC), as fotos são de padres ortodoxos seminus e foram tiradas em igrejas ao sul de Moscou. "Alguns padres acreditam que o casamento de pessoas do mesmo sexo não é um sinal do Apocalipse, ao contrário do que diz o patriarca ortodoxo Kirill", diz o site da OC, que produz o calendário, em um comunicado. As informações são da Ansa.

A organização ressalta ainda que o principal objetivo do calendário é "criar a primeira organização global contra a homofobia na religião ortodoxa". Esta é a terceira edição do calendário, que recebe o nome de"Saligia", um acrônimo em latim para os sete pecados capitais.

O produto está à venda na Internet por cerca de R$ 40. Os criadores do calendário, no entanto, correm o risco de serem punidos devido à lei russa contra a propaganda homossexual. Em junho do ano passado, o presidente Vladimir Putin promulgou a polêmica lei que proíbe qualquer divulgação de material promocional homossexual na presença de menores de idade. A multa aos infratores pode chegar até a 1 milhão de rublos, além de uma detenção de 15 dias ou a expulsão do país.



Fonte: Terra